Justiça suspende aumento da tarifa de ônibus e lotações em Porto Alegre

Revista ihu on-line

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Mais Lidos

  • 23 razões para participar da Greve Climática desta sexta-feira

    LER MAIS
  • Às leitoras e aos leitores

    LER MAIS
  • Cisma: uma noção que mudou ao longo dos séculos. Artigo de Massimo Faggioli

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

25 Fevereiro 2016

A juíza Karla Aveline Oliveira, da 5ª Vara da Fazenda Pública, acatou pedido feito pelo PSOL e determinou a suspensão do aumento da tarifa de ônibus e lotações em Porto Alegre, que entrou em vigor na última segunda-feira. A magistrada entendeu que a Prefeitura errou em reajustar o valor das tarifas sem debater o tema previamente com o Conselho Municipal de Transportes Urbanos. Segundo a decisão da juíza, os valores devem voltar para R$ 3,25 (ônibus) e R$ 4,85 (lotação) nesta quinta-feira.

A reportagem foi publicada por Sul21, 24-02-2016. 

As lideranças do PSOL gaúcho ingressam segunda-feira com ação na Justiça contra o aumento das passagens de ônibus e lotações em Porto Alegre. A ação cautelar para barrar o aumento foi protocolada pelos vereadores Fernanda Melchionna e Prof. Alex Fraga, pelo deputado estadual Pedro Ruas e pela pré-candidata à Prefeitura de Porto Alegre, Luciana Genro.

Na decisão, a juíza afirma: “Razões expostas, defiro a antecipação da tutela para determinar a imediata suspensão do reajuste das passagens de ônibus e lotações, devendo a cobrança se dar pelo valor até então praticado (ônibus R$3,25 e lotação R$4,85) a partir das seis horas da manhã do dia 25/02/2016”.

Fernanda Melchionna, assim que soube, comemorou a decisão em sua página no Facebook.

SUSPENSO O AUMENTO TARIFÁRIO pela ação do PSOL. A partir das 6 horas da manhã do dia 25 de fevereiro a tarifa deve voltar aos R$ 3,25 nos ônibus e 4,85 nas lotações. O Judiciário nos deu razão e determinou a suspensão do aumento em razão da autoritário canetaço do prefeito Fortunati deu sem ouvir a sociedade! Agora é fortalecer a mobilização para garantir a manutenção da decisão liminar da Dra. Karla Aveline de Oliveira”, escreveu.

O mesmo fez Pedro Ruas no Twitter:

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Justiça suspende aumento da tarifa de ônibus e lotações em Porto Alegre - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV