O Papa convoca um Sínodo dos Bispos extraordinário sobre a família

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • Bartomeu Melià: jesuíta e antropólogo evangelizado pelos guarani (1932-2019)

    LER MAIS
  • Bolsonaro institui o Dia do Rodeio na Festa de São Francisco de Assis

    LER MAIS
  • “O transumanismo acredita que o ser humano está em um suporte equivocado”, afirma filósofo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: Jonas | 09 Outubro 2013

Francisco colocou em andamento a III Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo dos Bispos, que ocorrerá de 5 a 19 de outubro de 2014, com o lema “Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização”, segundo informou a Sala de Imprensa da Santa Sé.

 
Fonte: http://goo.gl/PPrR2q  

A reportagem é publicada no sítio Religión Digital, 08-10-2013. A tradução é do Cepat.

De acordo com a imprensa italiana, o Pontífice participou pessoalmente da reunião da Secretaria do Sínodo dos Bispos, nesta segunda-feira à tarde e terça-feira pela manhã, para definir o tema da assembleia sinodal e a nova modalidade de realização.

Entre os membros do conselho da Secretaria do Sínodo estão três cardeais do G8 vaticano: o arcebispo de Bombaim (Índia), Oswald Gracias; o arcebispo de Kinshasa (República Democrática do Congo), Laurent Monsengwo, e o arcebispo de Sydney (Austrália), George Pell.

Precisamente, o Papa já abordou, na semana passada, com o Conselho de oito cardeais que o assessorarão no governo da Igreja, o novo modo de efetivação do Sínodo e o tema sobre o qual tratará, conforme informou o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, o padre Federico Lombardi.

O assunto também foi tratado com o novo secretário do Sínodo dos Bispos, o arcebispo Lorenzo Baldisseri, pois sendo o Sínodo “uma prioridade”, considerou-se “urgente” começar a prepará-lo.

Segundo o que o papa Francisco adiantou, no último mês de setembro, espera-se que o tema do Sínodo também aborde a questão dos divorciados e as nulidades. Lombardi destacou a importância que o Papa dá “para a participação responsável do episcopado das diversas partes do mundo” na III Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo dos Bispos, que ocorrerá com o lema “Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização”.

Lombardi apontou que “este é o modo pelo qual o Papa deseja levar adiante a reflexão e o caminho da comunidade da Igreja, com a participação responsável do episcopado das diversas partes do mundo”.

Além disso, destacou a importância de que a Igreja “se mova comunitariamente na reflexão e na oração” e defina “orientações pastorais comuns nos pontos mais importantes – como a pastoral da família – sob a condução do Papa e dos bispos”.

Nesta linha, insistiu que é necessário um caminho de plena comunhão com a comunidade eclesial para que não se proponha soluções particulares a partir das instâncias locais, algo que, segundo acrescentou, “poderia levar à confusão”.

O procedimento habitual do Sínodo prevê a realização do ‘Instrumentum laboris’ baseado nas contribuições dos episcopados do mundo, como ocorreu no último, realizado em outubro de 2012, sobre “A nova evangelização para a transmissão da fé cristã”.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O Papa convoca um Sínodo dos Bispos extraordinário sobre a família - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV