Em 10 anos, só 21,8% das empresas do País terão feito o nível mais alto de tecnologia

Revista ihu on-line

Etty Hillesum - O colorido do amor no cinza da Shoá

Edição: 531

Leia mais

Missões jesuíticas. Mundos que se revelam e se transformam

Edição: 530

Leia mais

Nietzsche. Da moral de rebanho à reconstrução genealógica do pensar

Edição: 529

Leia mais

Mais Lidos

  • EUA. Religiosos são detidos por protestarem contra a “política nefasta” de Trump na fronteira mexicana

    LER MAIS
  • Ameaças a defensores dos direitos humanos colocam a democracia brasileira em xeque

    LER MAIS
  • Carta do Papa Francisco a Leonardo Boff

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

13 Dezembro 2017

Hoje, apenas 1,6% das empresas brasileiras já passaram pelas transformações tecnológicas da "Indústria 4.0", que eleva a produtividade, além de reduzir o custo de produção e tornar indústria mais competitiva.

A informação é publicada por Brasil Econômico, 12-12-2017.

A digitalização do processo produtivo industrial, ou seja, a Indústria 4.0, atingirá 21,8% das empresas brasileiras em uma década, de acordo com uma pesquisa divulgada nesta terça-feira (12) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Atualmente, o percentual é de 1,6%.

O estudo faz parte do Projeto Indústria 2027, e avalia a expectativa de 759 grandes e médias indústrias brasileiras e multinacionais em relação à adoção da Indústria 4.0 e suas tecnologias. O projeto é uma iniciativa da CNI e do Instituto Euvaldo Lodi (IEL), juntamente da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Os números da sondagem dizem respeito ao nível mais alto de conexão da produção, ou Geração 4, com “tecnologias da informação e comunicação (TIC) integradas, fábricas conectadas e processos inteligentes, com capacidade de subsidiar gestores com informações para tomada de decisão”.

Tecnologias digitais

Para a realização da pesquisa, quatro gerações de tecnologias digitais foram estabelecidas: a produção pontual de TICs, a automação flexível com o uso de TICs sem integração ou parcialmente integradas, o uso de tecnologias integradas e conectadas em todas as áreas e a produção conectada e inteligente.

“Passaremos os próximos 10 anos em um processo de transformação industrial muito intenso, com as empresas, de fato, buscando trazer essa tecnologia disruptiva e implementando essas práticas dentro do seu modo de produção”, afirmou o superintendente nacional do IEL, Paulo Mól.

Segundo Mól, essas transformações tecnológicas servirão para elevar a produtividade, além de reduzir o custo de produção e tornar as empresas brasileiras mais competitivas.

Pesquisadores expõem que a indústria 4.0 é também conhecida como a quarta revolução industrial. “[Ela] resulta do uso integrado de tecnologias avançadas da automação, do controle e da tecnologia da inovação em processos de manufatura”. Fatores como o uso de robótica, novos materiais, biotecnologia, armazenamento de energia e big data fazem parte dessas transformações.

A previsão dos empresários é que os estágios 3 e 4 de uso de tecnologia cresçam nos próximos 10 anos. Desse modo, o terceiro nível deve passar de 20,5% para 36,9%. Entretanto, recuos são previstos para os demais níveis, abrindo, assim, espaço para companhias mais conectadas.

O resultado atual mostra que 77,8% das empresas brasileiras ainda estão nas gerações tecnológicas 1 e 2. Na próxima década, o maior percentual terá enfoque nos níveis 3 e 4, concentrando 58,7% das indústrias.

Influências

As tecnologias 4.0 devem ainda impactar as áreas de relacionamento com fornecedores, desenvolvimento de produto, gestão da produção, relacionamento com clientes e gestão de negócios.

No caso do relacionamento com fornecedores, 77,3% dos entrevistados afirmaram que a probabilidade de as tecnologias digitais serem dominantes nesta relação é muito alta.

Para o superintendente do IEL, a mão de obra qualificada é um dos principais desafios a ser enfrentados para que a Indústria 4.0 consiga atingir as expectativas dos empresários. “Quando falo que o Brasil deve passar por uma transformação industrial muito forte, como os dados estão mostrando, isso vai requerer um País muito apto para ser parceiro nessas transformações”, concluiu.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Em 10 anos, só 21,8% das empresas do País terão feito o nível mais alto de tecnologia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV