Domingo, 12 de setembro: o longo dia do Papa no coração da Europa, primeiro em Budapeste e depois em Bratislava

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Carta a um jovem padre. Artigo de Domenico Marrone

    LER MAIS
  • “Francisco quase desculpa a vida dupla, mas ainda não aceita padres casados”

    LER MAIS
  • A espiritualidade cristã no mundo secular

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


08 Setembro 2021

 

Domingo, 12 de setembro, às 6h da manhã, do Aeroporto Internacional Leonardo Da Vinci de Roma, deveria decolar a aeronave da Alitalia AZ 4000 com o Papa Francisco a bordo e irá chegar - após 1 hora e 45 minutos de voo e uma distância de 991 km – a Budapeste, a histórica cidade capital da Hungria onde o Santo Padre encerrará o 52º Congresso Eucarístico Internacional. Será um dos dias mais longos do Papa entre todas as suas 34 peregrinações internacionais.

A reportagem é publicada por Il Sismógrafo, 07-09-2021. A tradução é de Luisa Rabolini.

O avião da Alitalia - o último com esta marca em mais de meio século de viagens papais [1] - chegará às 7h45, hora local (a mesma de Roma), no Aeroporto Internacional com o nome do grande músico-compositor Franz Liszt , nascido em Raiding (Hungria) em 22 de outubro de 1811 e falecido em Bayreuth (Alemanha) em 31 de julho de 1886. Após uma breve recepção oficial, o Papa se dirigirá de carro à sede do Museu de Belas Artes, localizado no centro da cidade, na praça dos Heróis, onde será celebrada a missa de encerramento do Congresso Eucarístico Internacional.

 

 

Mapa de Budapeste, na Hungria (Foto: Reprodução | Google Maps)

 

 

Nos salões desse famoso Museu, entre as 8h45 e as 10h, o Pontífice terá quatro encontros importantes: com o Presidente da República János Ader, com o Primeiro-Ministro Viktor Orbán, com os Bispos húngaros e por fim com os Representantes do Conselho Ecumênico de igrejas e algumas comunidades judaicas. Às 11h30, o Pontífice, na Praça dos Heróis, presidirá a Missa de encerramento do 52º Congresso Eucarístico Internacional.

Depois do almoço na Nunciatura, Francisco se despedirá da nação húngara (por volta das 14h30) no Aeroporto Internacional de Budapeste para chegar, com o Alitalia AZ 4000, à capital da Eslováquia, Bratislava (209 km, 50 minutos de voo). [2]

 

 

Mapa de Bratislava, na Eslováquia (Foto: Reprodução | Google Maps)

 

 

Notas

[1] Aquela para Budapeste, e depois para algumas cidades da Eslováquia, será a última viagem internacional do Papa com a companhia aérea "Alitalia". Fecha-se uma parceria de mais de meio século

[2] Em Bratislava, no período da tarde, depois de sua chegada, na Nunciatura o Papa terá dois encontros: um de natureza ecumênica e um privado com membros da Companhia de Jesus.

 

Leia mais

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Domingo, 12 de setembro: o longo dia do Papa no coração da Europa, primeiro em Budapeste e depois em Bratislava - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV