Na pandemia da covid-19 o Brasil é o líder do Brics e o líder mundial. Artigo de José Eustáquio Diniz Alves

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Bolívia. O MAS e o triunfo avassalador

    LER MAIS
  • "Governo tenta intencionalmente destruir povos indígenas". Entrevista com Carlos Frederico Marés de Souza Filho

    LER MAIS
  • O PT e o voto evangélico

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


28 Mai 2020

"O Brasil falhou drasticamente no controle do novo coronavírus", escreve José Eustáquio Diniz Alves, doutor em demografia e professor titular do mestrado e doutorado em População, Território e Estatísticas Públicas da Escola Nacional de Ciências Estatísticas – ENCE/IBGE, em artigo publicado por EcoDebate, 27-05-2020.

Eis o artigo.

O Brasil assumiu a liderança global do número diário de óbitos pela covid-19, pois, pelo terceiro dia consecutivo, ultrapassou os Estados Unidos (EUA) neste triste ranking internacional. Também, o Brasil deixou os seus parceiros do grupo BRICS para trás.

Na terça-feira (26/05), o Brasil atingiu 391.222 casos e 24.512 óbitos pela covid-19, com uma taxa de letalidade de 6,3%. O número diário de pessoas infectadas foi de 16.324 e o número diário de vítimas fatais foi de 1.039 pessoas. O Brasil teve ontem 680 novos casos por hora e 43 óbitos por hora.

No mundo, foi atingido 5,7 milhões de pessoas infectadas pela covid-19 e 351,7 mil vidas ceifadas. Somente no dia 26/05 ocorreram 4.048 óbitos na soma de todos os países. Isto significa que somente o Brasil teve 26% do total de vidas perdidas no mundo. É uma proporção assustadora e mostra com o Brasil se tornou o principal epicentro da pandemia do planeta.

Considerando apenas os países do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), o Brasil já é líder absoluto e isolado tanto em número de pessoas infectadas, quanto em termos de falecimentos, conforme mostra o gráfico abaixo. Nota-se que a China tinha o maior número de casos até final de abril, quando foi ultrapassada pela Rússia e depois pelo Brasil. Em meados de maio a China foi ultrapassada pela Índia e poderá ser ultrapassada pela África do Sul em junho.

Número de casos da covid-19 nos países do grupo BRICS
(Reprodução: EcoDebate)

O Brasil também já é líder absoluto e isolado no número de óbitos, conforme mostra o gráfico abaixo. Nota-se que a China tinha o maior número de vidas ceifadas até final de abril, quando foi ultrapassada pelo Brasil que foi aumentando a diferença e hoje já tem mais de 5 vezes o número de óbitos. A Rússia e a Índia aumentaram o número de vítimas fatais da pandemia, mas ainda estão atrás da China. A África do Sul tem muito menos vítimas, mas também caminha para superar a China num futuro não muito distante.

 

Número de óbitos da covid-19 nos países do grupo BRICS
(Reprodução: EcoDebate)

O Brasil falhou drasticamente no controle do novo coronavírus. Ao invés de evitar a propagação da doença, o país foi leniente no combate à covid-19 e deixou a transmissão comunitária se espalhar por todo o país. Com a explosão de casos, houve uma sobrecarga do sistema de saúde e até o colapso do sistema em algumas cidades, como Manaus, onde, inclusive, houve colapso dos cemitérios.

O presidente da República tem atrapalhado muito mais do que ajudado e, na famigerada reunião ministerial de 22 de abril, ficou claro que o controle da pandemia não é prioridade do governo Federal, inclusive o ministro antiambiental, Ricardo Salles, deixou claro que estava se aproveitando da covid-19 para mudar as leis de proteção ecológica. O fato é que a crise política está aumentando a crise sanitária e a crise econômica e quem vai pagar o maior preço é o povo brasileiro. O Brasil que já vinha em uma trajetória submergente, agora vai entrar em colapso e nada for feito para mudar esta calamidade.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Na pandemia da covid-19 o Brasil é o líder do Brics e o líder mundial. Artigo de José Eustáquio Diniz Alves - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV