Francisco celebra a sua última missa transmitida ao vivo no túmulo de João Paulo II

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • “Eu fui nomeado o quê? Um carnaval” – a surpresa de um padre de 80 anos

    LER MAIS
  • Papa Francisco: “O que o Evangelho nos pede é ser povo de Deus, não elite de Deus”

    LER MAIS
  • “Não gosto da roupagem que colocam em nós cardeais, é cara e de príncipe”. Entrevista com o novo cardeal mexicano Felipe Arizmendi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


16 Mai 2020

Os católicos na Itália já poderão voltar a frequentar a missa em 18 de maio, pondo de lado as liturgias virtuais.

A informação foi publicada por La Croix International, 14-05-2020. A tradução é de Isaque Gomes Correa.

São João Paulo II completará 100 anos de idade em 18 de maio, e para marcar a ocasião o Papa Francisco irá celebrar uma missa na Basílica de São Pedro no túmulo do seu antecessor polonês.

A Sala de Imprensa da Santa Sé anunciou esta semana que a liturgia das 7h no próximo domingo será a última missa matutina do papa transmitida ao vivo.

Ela acontece no mesmo dia em que os católicos na Itália estarão liberados do confinamento litúrgico imposto pelo governo para conter a Covid-19 e poderão a celebrar as missas juntos novamente nas igrejas e oratórios.

“Vários milhões de pessoas estiveram em contato através dessas missas”

Matteo Bruni, diretor da Sala de Imprensa, disse que o papa “espera que o Povo de Deus possa assim voltar à familiaridade comunitária com o Senhor nos sacramentos”, especialmente indo à igreja aos domingos e mesmo durante a semana.

Os italianos estão impedidos de se reunir em igrejas, mesquitas e sinagogas desde 9 de março. Desde então os meios de comunicação da Santa Sé têm transmitido as missas matutinas de Francisco direto da capela de sua residência, a Casa Santa Marta, no Vaticano.

Vários milhões de pessoas estiveram em contato através dessas missas diariamente. Muitos escreveram para dizer obrigado”, disse Andrea Tornielli, diretor editorial do setor de comunicações do Vaticano.

O Vaticano estuda possibilidades de uma missa papal no dia de Pentecostes.

Mas a Santa Sé não definiu ainda uma data para retomar as cerimônias públicas do papa.

No momento, as autoridades estudam como e onde Francisco poderia realizar uma missa com os fiéis em 31 de maio, na Solenidade de Pentecostes.

É preciso resolver uma série de dificuldades, especialmente no sentido de garantir que as pessoas observem o distanciamento social e outras medidas de higiene que ainda permanecem em vigor.

Até mesmo as celebrações dentro da Basílica de São Pedro podem representar um problema por causa das filas causadas nos pontos de segurança à entrada da praça.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Francisco celebra a sua última missa transmitida ao vivo no túmulo de João Paulo II - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV