Nota Pública do Presbitério Salvador de repúdio às manifestações antidemocráticas em meio à pandemia

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Papa Francisco ataca o 'desejo de poder', a 'rigidez disciplinar' e a 'deslealdade' nas associações de fiéis, dos movimentos eclesiais e das novas comunidades

    LER MAIS
  • O que significa ser padre hoje? Artigo de Timothy Radcliffe

    LER MAIS
  • Jacques Dupuis: um caso aberto

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


22 Abril 2020

"Repudiamos o uso do nome de Deus (“Deus acima de todos”) para tentar legitimar posturas e ações governamentais que ameaçam a saúde pública e a democracia, o que também fere o Estado laico, uma das heranças da Reforma Protestante", afirmou o Presbitério Salvador (PSVD), em nota publicada por Teologando na Serra, 20-04-2020.

Eis a nota.

O Presbitério Salvador (PSVD), com base nos documentos fundantes da Igreja Presbiteriana Unida, na sua história e na responsabilidade social sustentada pela herança bíblica e reformada que assume, faz o seguinte pronunciamento:

1 – Repudiamos as manifestações antidemocráticas ocorridas em algumas cidades brasileiras, no dia 19/04/2020, bem como a participação e apoio do presidente da República, Jair Bolsonaro, naquela que aconteceu em Brasília, em frente ao Quartel General do Exército. Estas manifestações atentam contra o Estado Democrático de Direito ao defenderem intervenção militar, fechamento do Congresso e STF (Supremo Tribunal Federal) e mesmo um novo AI-5, Ato Institucional que iniciou o período mais arbitrário e violento da ditadura militar no Brasil. Além disso, estas manifestações promoveram aglomerações de manifestantes, o que contraria recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde) e do próprio Ministério da Saúde e colocam em risco a saúde e vida das pessoas, no momento em que as medidas de prevenção ao Coronavírus se impõem como mais que urgentes e imprescindíveis. Em Salvador-BA tal manifestação ocorreu em frente ao Quartel da Mouraria, uma aglomeração solicitando a intervenção militar.

2 – Defendemos que, a exemplo de Jesus com o ensinamento de que o sábado foi feito para o homem e não o contrário, a economia e a política precisam estar a serviço da defesa da vida humana e que vidas não sejam sacrificadas para preservar interesses econômicos. Todo o esforço para proteger a vida de cada ser humano, imagem e semelhança de Deus, necessita ser feito, sobretudo, sem negligenciar os (as) mais vulneráveis. Neste sentido, as medidas de isolamento social, a exemplo de outros países, são extremamente importantes e necessárias para salvar vidas. A fé não pode ser entendida como rival da ciência, mas como parceira, cada qual com suas especificidades, no cuidado com a saúde e bem-estar das pessoas. Por outro lado, urge que medidas econômicas continuem a serem tomadas e aprofundadas com o intuito de garantir a sobrevivência dos mais pobres e salvaguardar direitos sociais.

3 - Repudiamos o uso do nome de Deus (“Deus acima de todos”) para tentar legitimar posturas e ações governamentais que ameaçam a saúde pública e a democracia, o que também fere o Estado laico, uma das heranças da Reforma Protestante.

Que Deus tenha misericórdia do nosso povo e nos guie no caminho de superação desta pandemia pelas veredas da justiça com democracia, da esperança solidária e da fé responsável, por amor do Seu nome.

#SePuderFiqueEmCasa

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Nota Pública do Presbitério Salvador de repúdio às manifestações antidemocráticas em meio à pandemia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV