Painel de Especialistas expõe graves falhas no projeto Mina Guaíba

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Como viver o Advento em tempos de quarentena

    LER MAIS
  • Uma nova economia é possível!

    LER MAIS
  • Caixa do Carrefour: “Eu ficava das onze da manhã às três da tarde sentada e evitava tomar água, pra não ter que ir ao banheiro, porque não tinha quem ficasse no meu lugar”

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


10 Dezembro 2019

O ano está prestes a encerrar, mas a luta contra a instalação da Mina Guaíba na região Metropolitana, não. O Comitê de Combate à Megamineração no Rio Grande do Sul (CCMRS), coletivo que congrega mais de 120 entidades dos mais variados campos, lança na terça-feira, 10 de dezembro, o primeiro volume do dossiê Painel de Especialistas – Análise Crítica do Estudo de Impacto Ambiental da Mina Guaíba. O evento ocorre às 18h30min, no Auditório da Faculdade de Ciências Econômicas da UFRGS.

A publicação reúne em mais de 200 páginas estudos de 37 pesquisadores de diversas instituições de ensino e pesquisa do Estado de áreas como Biologia, Saúde, Economia, Geologia, Sociologia, entre outras. Os textos contrapõem com dados científicos diversos pontos do Estudo de Impacto Ambiental e o Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) apresentados pela empresa Copelmi Mineração, expondo falhas, omissões e lacunas nos resultados divulgados e comprovando a impossibilidade da instalação da maior mina de carvão a céu aberto do Brasil ao lado da Região Metropolitana de Porto Alegre.

Desde 2014, a empresa busca por uma licença prévia de operação junto à Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler (Fepam) para escavar carvão, areia e cascalho em uma área de 4,5 mil hectares, equivalente a cerca de 120 vezes o Parque da Redenção, em uma área localizada entre Eldorado do Sul e Charqueadas. O material terá um número limitado de exemplares físicos, mas estará disponível para download na Internet.

A iniciativa gaúcha teve como inspiração o documento “Painel de Especialistas: Análise Crítica do Estudo de Impacto Ambiental do Aproveitamento Hidrelétrico de Belo Monte”, lançado em 2009 e que alertou sobre os sérios impactos da usina hidrelétrica, inaugurada em 2016 em Altamira, no Pará, contra a vontade da população, desalojando milhares de pessoas e que continua afetando seriamente o rio Xingu e toda biodiversidade local.

O CCMRS conta, em seu corpo técnico, com mais de 50 profissionais, entre professores, mestres, doutores e pós-doutores. Novos volumes envolvendo mais estudos e também outros projetos que ameaçam o interior do Estado estão sendo preparados. São mais de 5 mil requerimentos protocolados para pesquisa mineral no RS.

Lançamento Painel Especialistas

Serviço

O que: Lançamento da publicação Painel de Especialistas – Análise Crítica do Estudo de Impacto Ambiental da Mina Guaíba

Quando: 10 de dezembro de 2019

Horário: 18h30min

Local: Auditório da Faculdade de Ciências Econômicas da Ufrgs – Av. João Pessoa, 52, Centro Histórico, Porto Alegre

Acesso gratuito

Assessoria de Comunicação CCMRS

Evento: https://www.facebook.com/events/282252092691199/ 

Siga o comitê: https://rsemrisco.org.br 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Painel de Especialistas expõe graves falhas no projeto Mina Guaíba - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV