O Papa Francisco pede a palavra no Sínodo e aborda vários tópicos, incluindo as violências na Amazônia e o clericalismo

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Irã. A história política do país persa, xiita e anti-imperialista

    LER MAIS
  • Alvim e Goebbels: Foi traçado um limite para o absurdo

    LER MAIS
  • Com acusação de ambientalistas que trabalham na proteção da Amazônia, "o medo está instalado", diz Libération

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

10 Outubro 2019

Na tarde desta quarta-feira, durante a sexta Congregação do Sínodo Pan-amazônico, o Papa Francisco pediu a palavra e depois falou por vários minutos, abordando diferentes tópicos. Em particular, analisou os fenômenos de violência que afetam inúmeras áreas da Amazônia e que visam populações indefesas.

A informação é publicada por Il Sismografo, 09-10-2019. A tradução é de Luisa Rabolini.

Depois, o Santo Padre também quis analisar, com entusiasmo e esperança, o grande trabalho pastoral realizado na região pelas congregações religiosas, entre as quais várias tiveram entre suas fileiras mártires que tombaram na realização desse trabalho. Por fim, o papa abordou um tema que lhe é caro, porque é um obstáculo a uma evangelização eficaz e autêntica: a clericalização ou clericalismo.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O Papa Francisco pede a palavra no Sínodo e aborda vários tópicos, incluindo as violências na Amazônia e o clericalismo - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV