O Papa Francisco pede a palavra no Sínodo e aborda vários tópicos, incluindo as violências na Amazônia e o clericalismo

Revista ihu on-line

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Mais Lidos

  • Vaticano, roubadas da igreja estátuas indígenas consideradas “pagãs” e jogadas no Tibre

    LER MAIS
  • A peleja religiosa. Artigo de José de Souza Martins

    LER MAIS
  • Começa a hora da decisão para os bispos da Amazônia na semana final do Sínodo. Artigo de Thomas Reese

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

10 Outubro 2019

Na tarde desta quarta-feira, durante a sexta Congregação do Sínodo Pan-amazônico, o Papa Francisco pediu a palavra e depois falou por vários minutos, abordando diferentes tópicos. Em particular, analisou os fenômenos de violência que afetam inúmeras áreas da Amazônia e que visam populações indefesas.

A informação é publicada por Il Sismografo, 09-10-2019. A tradução é de Luisa Rabolini.

Depois, o Santo Padre também quis analisar, com entusiasmo e esperança, o grande trabalho pastoral realizado na região pelas congregações religiosas, entre as quais várias tiveram entre suas fileiras mártires que tombaram na realização desse trabalho. Por fim, o papa abordou um tema que lhe é caro, porque é um obstáculo a uma evangelização eficaz e autêntica: a clericalização ou clericalismo.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O Papa Francisco pede a palavra no Sínodo e aborda vários tópicos, incluindo as violências na Amazônia e o clericalismo - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV