Crítica ao sistema Qualis/CAPES de classificação de periódicos

Revista ihu on-line

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Grande Sertão: Veredas. Travessias

Edição: 538

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Mais Lidos

  • A CNBB urge o governo a tomar “medidas sérias para salvar uma região determinante no equilíbrio ecológico do planeta”

    LER MAIS
  • Planeta em chamas. Artigo de Eliane Brum

    LER MAIS
  • 10 mapas e imagens de satélite internacionais que mostram a dimensão das queimadas no Brasil

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

11 Agosto 2019

"A dimensão internacional dos periódicos Sociétés e Les Cahiers Européens de l’Imaginaire é inegável e esse seria um critério suficiente para revisar as classificações estabelecidas pelo sistema de avaliação Qualis/CAPES recentemente divulgado. Faço votos de que a sabedoria prevaleça. De minha parte, estarei atento e não me furtarei em divulgar amplamente a decisão que será tomada. Mas confio na ponderação e no discernimento acadêmico dos colegas brasileiros em relação à justa apreciação do caso", escreve Michel Maffesoli, professor emérito da Sorbonne, membro do Institut Universitaire de France, em carta endereçada a CAPES. A tradução é de Edgard de Assis Carvalho Fagner Torres.

Eis a carta.

Pelos critérios estabelecidos pelo sistema Qualis de avaliação e classificação de periódicos mantido pela CAPES, recebi, com espanto, o ocorrido com as revistas Sociétés, que fundei com Georges Balandier em 1984, e com Les Cahiers Européens de l’Imaginaire, igualmente fundada por mim com Gilbert Durand em 1988. [Pelo sistema Qualis/Capes, ambas foram avaliadas como B4, como consta do ranking de todos os periódicos avaliados].

Não me cabe julgar o fundamento de tal decisão, mas gostaria de lembrar que, para além das estatísticas, do quantitativismo infelizmente dominante, da contabilização de citações, os tempos atuais estão cada vez mais preocupados com o qualitativo. Em sua época, P. Sorokin já havia ressaltado que a “quantofrenia” era prejudicial a quaisquer disciplinas das ciências humanas.

É importante ressaltar que, desde sua fundação, as revistas Sociétés e Les Cahiers Européens de l’Imaginaire possuem, deliberadamente, tal preocupação teórica. Dessa forma, se colocam em uma ótica de “disputatio” que, desde o século XIII (Sorbonne, Bologne, Coimbra, Cologne, Oxford), atribui extremo valor à discussão acadêmica. Abertas a todas as correntes de pensamento, tais publicações suscitaram debates e controvérsias, mas sempre com base na tolerância e na abertura de espírito.

A comunicação com a filosofia, a sociologia, a arquitetura, o turismo e demais áreas do conhecimento permitiu trocas e partilhas extremamente frutuosas. E isso, é preciso lembrar, em muitos países. Nesse contexto, o Brasil ocupa um lugar especial, na medida em que suas pesquisas puderam ser divulgadas na Europa, certamente, mais igualmente no Canadá, Coreia, Japão, Ucrânia, Turquia, Colômbia, México, Chile, Argentina e tantos outros países, como atestam os colóquios neles organizados.

Por si só, a dimensão internacional dos periódicos Sociétés e Les Cahiers Européens de l’Imaginaire é inegável e esse seria um critério suficiente para revisar as classificações estabelecidas pelo sistema de avaliação Qualis/CAPES recentemente divulgado.

Faço votos de que a sabedoria prevaleça. De minha parte, estarei atento e não me furtarei em divulgar amplamente a decisão que será tomada. Mas confio na ponderação e no discernimento acadêmico dos colegas brasileiros em relação à justa apreciação do caso. 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Crítica ao sistema Qualis/CAPES de classificação de periódicos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV