O Papa nomeia sete mulheres de uma só vez para formarem parte do Dicastério da Vida Religiosa

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Movimento que pediu pacote antiambiental a Paulo Guedes inclui Gerdau, Google, Amazon, Globo e outros

    LER MAIS
  • Refazer os padres, repensando os seminários. Artigo de Erio Castellucci

    LER MAIS
  • São Vicente de Paulo e a atualidade de sua herança espiritual

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


09 Julho 2019

Pela primeira vez o papa Francisco nomeou sete religiosas de distintas ordens religiosas como membros do departamento vaticano que regula os Institutos de Vida Consagrada e Monástica da Igreja Católica. Esse gesto demarca a vontade do Papa de que se tenha mais mulheres nos dicastérios da Cúria Romana. Ademais, também renovou por completo o organograma.

A reportagem é publicada por Religión Digital, 08-07-2019. A tradução é de Wagner Fernandes de Azevedo.

Também se incorporam três espanhóis mais a esse organismo: o prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, Luis Ladaria; o presidente da Conferência Episcopal Espanhola, o cardeal Ricardo Blázquez; e o religioso Alejandro Moral Antón, prior geral dos Agostinianos.

Segundo a Sala de Imprensa da Santa Sé, esse departamento, liderado pelo cardeal João Braz de Aviz, tem pela primeira vez a entrada de sete mulheres que lideram ordens religiosas, já que até agora era composta somente pelos superiores gerais varões.

Rita Calvo, que foi nomeada em 2015 Superiora Geral da Ordem da Companhia de Maria Nossa Senhora, para o período de 2015-2021, é a sétima mulher nomeada para esse órgão, acompanhando outras seis mulheres, entre as quais há também uma leiga consagrada. São elas: a superiora-geral da Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, Kathleen Appler; a superiora-geral das Filhas de Maria Auxiliadora (Salesianas de Dom Bosco), Yvonne Reungoat; a superiora-geral das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria, Françoise Massy; a superiora-geral das Irmãs Missionáris Pie Madri dela Nigrizia (Missionárias Combonianas), Luigia Coccia; a superiora-geral das Irmãs Missionárias da Consolação, Simona Brambilla; e a presidenta geral do Instituto Secular de Voluntários Dom Bosco, Olga Krizov.

Esse gesto do Santo Padre demarcar a sua vontade de que se tenha mais mulheres nos dicastérios da Cúria Romana. Ademais, também renovou por completo o organograma.

Desse modo, nomeou para esse departamento o superior-geral da Companhia de Jesus, Arturo Sosa Abascal; o padre presidente da Sub-Congregação Casinesa da Ordem de São Benedito, Guillermo León Arboleda Tamayo; o superior-geral dos Carmelitas Descalços, Saverio Cannistrà. O superior-geral dos Irmãs das Escolas Cristãs, Robert Irvin Schieler; o prior-geral da Ordem de Santo Agostinho, Alejandro Moral Antón; o ministro-geral da Ordem Franciscana dos Frades Menores Capuchinhos, Roberto Genuin; e o superior-geral dos Missionários de São Carlos (Scalabrinianas), Leonir Mario Chiarello.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O Papa nomeia sete mulheres de uma só vez para formarem parte do Dicastério da Vida Religiosa - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV