Andrea Tornielli será o novo diretor editorial da ‘mídia’ da Santa Sé

Revista ihu on-line

Grande Sertão: Veredas. Travessias

Edição: 538

Leia mais

Grande Sertão: Veredas. Travessias

Edição: 538

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

Mais Lidos

  • Desigualdade bate recorde no Brasil, mostra estudo da FGV

    LER MAIS
  • Livro analisa os teólogos, a virada ecumênica e o compromisso bíblico do Vaticano II

    LER MAIS
  • Adaptando-se a uma ''Igreja global'': um novo comentário internacional sobre o Vaticano II. Artigo de Massimo Faggioli

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

19 Dezembro 2018

O Papa Francisco revoluciona a mídia da Santa Sé. Se há alguns meses nomeava Paolo Ruffini como o primeiro prefeito leigo de um dicastério vaticano, o da Comunicação, esta tarde foi mais longe, nomeando o vaticanista Andrea Tornielli diretor editorial da ‘mídia’ do Vaticano.

A reportagem é publicada por Religión Digital, 18-12-2018. A tradução é de André Langer.

“Como disse o Papa, não devemos ter medo desta palavra, reforma”, declarava Paolo Ruffini ao anunciar esta nomeação e a de Andrea Monda como diretor do L'Osservatore Romano, enquanto Gianni Maria Vian manterá o cargo de ‘diretor emérito’.

Para Ruffini, a reforma “não é para esconder as coisas, mas para organizá-las de forma diferente”, apostando em dois jornalistas que “olham para além da aparência das coisas, que sabem aprofundar, que sabem ouvir. Ambos são construtores de pontes”.

A partir de agora, Tornielli será responsável pela coordenação de toda a mídia do Vaticano com “um guia seguro, competente e com visão de futuro”, ao passo que, com Andrea Monda, o L’Osservatore “poderá continuar engajando novos projetos em uma história secular”, acrescentava Ruffini, que destacava que o jornal da Santa Sé “é um dos pilares da nossa comunicação”.

Andrea Tornielli, por sua vez, expressou sua gratidão ao Papa Francisco e a Paolo Ruffini “por pensar em mim”, sublinhando que “estou convencido de que há uma necessidade crescente de um jornalismo que conte os fatos antes de comentá-los”.

Por isso, apostou em um jornalismo que, “na época dos slogans, seja capaz de analisar a realidade levando em conta todos os seus fatores”. Quanto ao futuro, apontou que “procurarei colocar-me a serviço da estrutura de informação da Santa Sé para ajudar a comunicar, com todos os meios e usando todas as plataformas, de maneira simples e direta, o magistério do Papa”.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Andrea Tornielli será o novo diretor editorial da ‘mídia’ da Santa Sé - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV