A crise de abuso sexual clerical é 'devastadora' para a Igreja, afirma o cardeal Parolin

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • “Sínodo é até o limite. Inclui a todos: Os pobres, os mendigos, os jovens toxicodependentes, todos esses que a sociedade descarta, fazem parte do Sínodo”, diz o Papa Francisco

    LER MAIS
  • Por que a extrema direita elegeu Paulo Freire seu inimigo

    LER MAIS
  • Enquanto Francisco visitava a Eslováquia, a comunidade internacional celebra a mulher sacerdote da Tchecoslováquia

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


23 Agosto 2018

O escândalo do clero de abusos de menores e adultos vulneráveis sobrecarregou a Igreja Católica e sua missão de pregar o Evangelho, disse em entrevista o secretário de estado do Vaticano.

A reportagem é de Junno Arocho Esteves, publicada por Catholic News Service, 22-08-2018. A tradução é de Victor D. Thiesen.

"Não é fácil falar, porque este escândalo de abuso sexual clerical realmente afetou e continua a nos afetar - a todos - e tem um efeito devastador na vida e no testemunho que a igreja vai dar ao mundo", disse o cardeal Pietro Parolin.

Em uma entrevista em 22 de agosto para a edição inglesa do Vatican News, Parolin disse que a visita do papa à Irlanda é uma jornada de esperança para ajudar a Igreja e as famílias do país a construir uma sociedade na qual crianças e vulneráveis estejam seguros e protegidos.

Durante sua viagem à Irlanda entre 25 e 26 de agosto para o Encontro Mundial das Famílias, o papa Francisco se encontrará com sobreviventes de abuso sexual, conforme confirmou o Vaticano em 21 de agosto, sem revelar data, horário ou local.

O papa, disse Parolin, tem consistentemente lembrado à Igreja que "nosso primeiro dever é cuidar das pessoas que foram afetadas - as vítimas desse trágico fenômeno", e acredita que "a Igreja da Irlanda continuou seus esforços para abordar e prevenir o abuso sexual".

"Acredito que a Igreja da Irlanda reconheceu suas falhas, seus erros, seus pecados e ao mesmo tempo também forneceu medidas que podem prevenir que essas atrocidades, esses horrores se repitam", disse o cardeal em uma entrevista separada à edição italiana do Vatican News.

A Igreja, acrescentou, permanece perto daqueles que sofreram abusos do clero e está empenhada "em ajudá-los para que possam reconstruir suas vidas".

"Acredito que a viagem do papa à Irlanda ocorre acima de tudo sob o sinal da esperança, essa capacidade de esperança e confiança - precisamente o que eu chamo de poder libertador, transformador e salvador do amor de Deus - que é experimentado na família", disse Parolin.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A crise de abuso sexual clerical é 'devastadora' para a Igreja, afirma o cardeal Parolin - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV