Coordenadores do pré-sínodo denunciam a irrupção de um “lobby” em favor da missa latina nos comentários on-line

Revista ihu on-line

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Mais Lidos

  • Por que o Papa Francisco não tem medo de um cisma

    LER MAIS
  • Os 12% do presidente – em que lugar da sociedade habita o bolsonarista convicto?

    LER MAIS
  • O cardeal Burke inicia a cruzada contra o Sínodo sobre a Amazônia, com base em um documento herético

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

29 Março 2018

Houve um lobby em favor da missa latina na recente reunião do pré-sínodo de jovens? Foi o que os coordenadores do grupo on-line desta reunião para fala inglesa denunciaram, lamentando os “desestimuladores” vazamentos que os setores mais conservadores fizeram de um debate que, afirmam, não teve relevância no conjunto.

A reportagem é de Cameron Doody, publicada por Religión Digital, 28-03-2018. A tradução é do Cepat.

Em um comunicado publicado nesta segunda-feira no grupo de jovens de fala inglesa, pelo Facebook, os membros do grupo que resumiu os mais de 1.100 comentários ao questionário do pré-sínodo, que foram recebidos on-line – duas mulheres e três homens, incluindo um padre –, reconheceram que “algumas pessoas dentro do grupo comentaram que não tiveram sua voz escutada durante a reunião pré-sinodal”.

Diante de tais queixas, comunicam que embora “percebemos uma espécie de lobby durante o transcurso da semana, que contribuiu para a aparência de que houvesse mais vozes falando das formas tradicionais da liturgia do que na realidade havia”, sim, incluíram a solicitação de uma maior presença da missa tradicional no resumo que, depois, foi reunido aos dos demais grupos no Facebook e aos dos grupos de trabalho dos jovens que tinham se reunido em Roma.

As afirmações que circularam de uma conspiração contra a missa latina na reunião pré-sinodal apareceram como uma “falta de confiança” que foi “desestimuladora”, prosseguem os coordenadores do grupo inglês. “Não lemos [suas respostas] e nem resumimos nos baseando em nossas preferências”, mas, sim, “tratamos de uma variedade de temas para ser justos com suas vozes”, recordam, mesmo quando alguns desejaram manipular os resultados do questionário ao assumir um protagonismo que não lhes correspondia ou, inclusive, ao vazar fotos do resumo final, antes que este fosse apresentado de forma oficial. “Que uma voz fale mais frequentemente que outras vozes, não lhe traz mais legitimidade por isso”, recordam os redatores do grupo de fala inglesa.

No documento final do pré-sínodo, menciona-se que há jovens que se deixam guiar “pelo silêncio, meditação e liturgias tradicionais e respeitosas do sentido do sagrado”. Também se fala da necessidade de reforçar “iniciativas que nos ofereçam uma compreensão dos sacramentos, oração e liturgia, com a finalidade de poder compartilhar e defender nossa fé, em um mundo secular”.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Coordenadores do pré-sínodo denunciam a irrupção de um “lobby” em favor da missa latina nos comentários on-line - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV