De onde viemos e por que estamos aqui? Logo a ciência responderá. Artigo de Stephen Hawking

Revista ihu on-line

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Mais Lidos

  • Uma análise de fundo a partir do golpe de Estado na Bolívia

    LER MAIS
  • Gregório Lutz e a reforma litúrgica no Brasil. Artigo de Andrea Grillo

    LER MAIS
  • Aumento da miséria extrema, informalidade e desigualdade marcam os dois anos da Reforma Trabalhista

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

16 Março 2018

“Por que estamos aqui? De onde viemos? A resposta a essas perguntas já está próxima, e eu estou convencido de que ela virá da ciência.”

A opinião é do físico teórico e cosmólogo britânico Stephen Hawking, que faleceu nessa quarta-feira, 14 de março, aos 76 anos. O artigo póstumo foi publicado por La Repubblica, 15-03-2018. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Eis o texto.

Neste último século, a cosmologia fez progressos enormes. A Teoria da Relatividade Geral e a descoberta da expansão do universo despedaçaram a velha imagem de um universo eterno que sempre existiu. A Relatividade Geral, por sua vez, defende que o universo e o tempo começaram com o Big Bang e que o tempo terminará com os buracos negros.

A descoberta da Radiação Cósmica de Fundo e as observações dos buracos negros confirmam essas conclusões. O nosso quadro do universo e da realidade, portanto, mudou profundamente.

Graças à Teoria da Relatividade Geral, sabíamos que o universo devia ter passado por um período de alta curvatura no passado, mas não podíamos dizer como ele havia surgido a partir do Big Bang.

A Relatividade Geral por si só, portanto, não pode responder à pergunta central da cosmologia: por que o universo é assim como o vemos? No entanto, combinando a Relatividade Geral com a Teoria Quântica, se poderia chegar a uma explicação das origens do universo.

Inicialmente, o universo teria se expandido a uma velocidade sempre crescente. Nesse período, chamado de inflacionário, a união das duas teorias nos diz que deveriam se desenvolver pequenas flutuações capazes de dar origem a galáxias, estrelas e outras estruturas presentes no universo. Essa hipótese é confirmada pelas observações de pequenas não uniformidades na Radiação Cósmica de Fundo que têm exatamente as propriedades previstas.

Portanto, parece que estamos no caminho certo para compreender a origem do universo, mesmo que ainda seja preciso trabalhar muito.

Apesar dos grandes sucessos, nem tudo foi resolvido ainda.

Ainda não chegamos a uma boa compreensão teórica de por que a expansão do universo voltou a acelerar após um longo período de desaceleração.

Enquanto não entendermos esse fenômeno, não poderemos saber com certeza qual será o futuro do universo. Ele continuará se expandindo para sempre? A inflação é uma lei da natureza? Ou o universo acabará entrando em colapso?

Novos dados baseados na observação e progressos teóricos se sucedem rapidamente. A cosmologia é uma disciplina muito ativa e entusiasmante. Por que estamos aqui? De onde viemos? A resposta a essas perguntas já está próxima, e eu estou convencido de que ela virá da ciência.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

De onde viemos e por que estamos aqui? Logo a ciência responderá. Artigo de Stephen Hawking - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV