Economia Indonésia ultrapassa o Brasil

Revista ihu on-line

China, nova potência mundial – Contradições e lógicas que vêm transformando o país

Edição: 528

Leia mais

Ore Ywy – A necessidade de construir uma outra relação com a nossa terra

Edição: 527

Leia mais

Sistema público e universal de saúde – Aos 30 anos, o desafio de combater o desmonte do SUS

Edição: 526

Leia mais

Mais Lidos

  • O futuro incerto da educação jesuíta

    LER MAIS
  • E Bento XVI escreveu: chega, há apenas um papa, e não sou eu

    LER MAIS
  • “No Vaticano há uma guerra civil subterrânea”. Entrevista com Marco Politi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

07 Novembro 2017

"Este breve contraste entre a Indonésia e o Brasil reforça a percepção de que a economia brasileira está desarranjada e que os últimos governos brasileiros têm errado bastante no direcionamento das políticas macroeconômicas do país", escreve José Eustáquio Diniz Alves, doutor em demografia e professor titular do mestrado e doutorado em População, Território e Estatísticas Públicas da Escola Nacional de Ciências Estatísticas – ENCE/IBGE, em artigo publicado por EcoDebate, 06-11-2017.

Eis o artigo. 

A Indonésia e o Brasil estão entre os seis países mais populosos do mundo, ficando atrás apenas da China, da Índia e dos Estados Unidos (o Paquistão parece que já ultrapassou o Brasil). A população da Indonésia era de 148 milhões de habitantes em 1980 e passou para 264 milhões em 2017, enquanto o Brasil tinha 122 milhões de habitantes em 1980 e 211 milhões em 2017, segundo dados da Divisão de População da ONU.

O ritmo de crescimento demográfico entre os dois países é aproximadamente semelhante. Mas o ritmo de crescimento econômico é diametralmente diverso. O Brasil representava 4,3% do PIB mundial em 1980 e a Indonésia apenas 1,4%. Mas em 2017 a Indonésia com 2,57% ultrapassou o Brasil, que representava apenas 2,54% do PIB mundial. Em 2022, a participação da Indonésia na economia internacional deve subir para 2,8% e o Brasil deve cair para 2,3%. Portanto, a diferença vai aumentar a favor do país asiático, como mostra o gráfico acima.

A diferença é que o PIB da Indonésia tem crescido acima de 5% ao ano desde a crise asiática de 1998, enquanto o Brasil teve um crescimento médio em torno de 4% ao ano nos melhores momentos da década passada e está tendo um decréscimo da renda per capita na segunda década do terceiro milênio.

O gráfico abaixo mostra a renda per capita (em poder de paridade de compra – ppp) da Indonésia e do Brasil, segundo dados do FMI. A renda per capita brasileira, em 1980 era de US$ 4,8 mil, contra US$ 1,25 mil da Indonésia. Cada brasileiro era em média 3,8 vezes mais rico do que os indonésios. Mas em 2017 esta diferença já tinha diminuído bastante, estando o Brasil com renda per capita de US$ 15,5 mil e a Indonésia com US$ 12,4 mil. Para 2022, as estimativas do FMI são US$ 18,3 mil para o Brasil e US$ 16,9 mil para a Indonésia. Entre 1980 e 2022 a renda per capita da Indonésia terá multiplicado por 13,5 vezes e a do Brasil por somente 3,8 vezes.

Ou seja, a Indonésia já tem uma economia maior do que a brasileira, mas o Brasil ainda tem uma renda per capita superior, pois tem uma população um pouco menor do que a Indonésia. Mas no ritmo que as coisas estão indo a reversão pode acontecer em meados da próxima década.

Em temos do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), o Brasil também está à frente da Indonésia, mas a diferença está diminuindo. Embora o Brasil estivesse em 79º lugar no ranking dos países em 2015 e a Indonésia em 113º lugar, o IDH do país asiático tem crescido em ritmo mais rápido do que o do país latino-americano. Entre 1990 e 2015 o IDH da Indonésia cresceu 30%, enquanto o IDH do Brasil cresceu somente 23%.

Este breve contraste entre a Indonésia e o Brasil reforça a percepção de que a economia brasileira está desarranjada e que os últimos governos brasileiros têm errado bastante no direcionamento das políticas macroeconômicas do país. Enquanto a Indonésia é um país emergente, o Brasil está numa trajetória consistente e persistente de nação submergente.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Economia Indonésia ultrapassa o Brasil - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV