Arcebispo de Canterbury confessa ser filho ilegítimo do secretário pessoal de Churchill

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Só um radical ecossocialismo democrático pode mudar o horizonte

    LER MAIS
  • Seu bispo necessita dos seus conselhos: o que dirá a ele?

    LER MAIS
  • Dinâmica religiosa nos Estados Unidos. Artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: Jonas | 12 Abril 2016

O arcebispo de Canterbury descobriu através de um teste de DNA que seu pai biológico foi Anthony Montague Browne, antigo secretário do ex-primeiro-ministro Winston Churchill, conforme informou, neste sábado, o primaz da Igreja da Inglaterra.

A reportagem é publicada por Religión Digital, 09-04-2016. A tradução é do Cepat.

Em um comunicado, o reverendo Justin Welby, de 60 anos, admitiu se sentir “totalmente surpreso” ao descobrir sua verdadeira identidade, uma vez que até agora acreditava que seu pai biológico era Gavin Welby, comerciante de whisky falecido em 1977. A mãe do primaz anglicano, Lady Williams de Elvel, confirmou que teve uma “relação” com Montague Browne pouco antes de se casar com Welby, em 1955.

O religioso decidiu fazer um teste de DNA após investigar detalhes de sua família, recolhendo uma amostra de saliva que foi comparada com uma escova de cabelo que a viúva de Montague Browne conservava, informa o jornal The Daily Telegraph.

O resultado, conhecido há algumas semanas, mostrou com 99, 9779% de possibilidades que Montague Browne e Welby são pai e filho. Em sua nota divulgada através do Palácio de Lambeth, a residência londrinense do primaz inglês, Welby fala da dependência do álcool de seus pais quando era pequeno.

“Como resultado do vício de meus pais, minha infância foi confusa, embora fui abençoado por uma educação maravilhosa e cuidado por minha querida avó, por minha mãe uma vez recuperada e meu pai”, destaca o primaz. “Sei que descubro quem sou através de Jesus Cristo”, acrescenta.

Ao se referir a sua verdadeira identidade, Welby aponta que esta é “uma história de redenção e esperança”. Por sua parte, Lady Williams, cujo matrimônio com Gavin Welby terminou em 1958, admitiu que a notícia a “comoveu”. “Embora minhas recordações do ocorrido é irregular, admito agora que durante os dias prévios a meu repentino matrimônio e com um alto consumo de álcool das duas partes, tive uma relação com Anthony Montague Browne”, disse a mãe do arcebispo em um comunicado.

“Parece que as precauções tomadas em seu momento não deram resultado e meu maravilhoso filho foi concebido fruto dessa relação”, acrescentou a mãe.

Montague Browne, falecido há três anos, assumiu como secretário particular do ex-primeiro-ministro conservador em 1952, até que este se retirou do Governo em 1955, mas continuou até a morte do político em 1965. Educado no exclusivo colégio secundário de Eton e na Universidade de Cambridge, Welby trabalhou onze anos no setor de petróleo antes de abandonar o mundo empresarial, em 1987, para se dedicar à vida religiosa. Welby tomou a decisão após a morte de sua filha de sete meses, Johanna, em um acidente de trânsito em 1983. Após ser decano da catedral de Liverpool e bispo de Durham, sucedeu Rowan Williams como arcebispo de Canterbury, em fevereiro de 2013.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Arcebispo de Canterbury confessa ser filho ilegítimo do secretário pessoal de Churchill - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV