Documentário conta a história de duas ex-freiras que abandonaram a vida religiosa após se apaixonarem

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • O culpado da mortandade não é o Exército. É Bolsonaro e seus políticos liberais e fascistas

    LER MAIS
  • Basta de má informação nos chamados meios católicos de comunicação

    LER MAIS
  • Como a fé católica de Joe Biden moldará sua relação com o Papa Francisco e os bispos dos EUA. Entrevista com Massimo Faggioli

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


13 Janeiro 2021

Um documentário lançado no ano passado conta a história de duas ex-freiras que se apaixonam e abandonam a vida religiosa para ficar juntas.

O comentário é de Robert Shine, publicado por New Ways Ministry, 11-01-2021. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

O filme Nun of Your Business [trocadilho em inglês com a expressão “não é da sua conta” e a palavra “freira”] vem da Croácia, onde residem as duas mulheres cujas vidas ele acompanha. As mulheres, Marita Radovanovic e Fanika “Fani” Feric, se conheceram em um evento quando eram noviças na vida religiosa.

Mas, com o passar do tempo, Marita ficou decepcionada com a sua comunidade assim que tomou consciência de que era lésbica. Embora Fani soubesse que era gay desde mais jovem, as suas lutaram com a sua sexualidade devido aos ensinamentos negativos da Igreja e ao clima conservador na Croácia, onde a aceitação LGBTQ é baixa.

O France 24 relatou mais:

“As duas mulheres começaram a conversar regularmente depois que Marita renunciou ao hábito de freira e começou a estudar na cidade costeira de Split.

“‘Eu estava pensando mais nela do que no Evangelho’, brincou Fani, uma freira que estava no Zagrebe na época.

“Depois de uma fatídica visita de Marita em 2010, Fani pediu alguns dias de licença para reavaliar o seu caminho.

“‘Quando jovem, quando via uma estrela cadente, eu sempre pensava: ‘Deus, por favor, mande-me uma pessoa como eu para me encontrar’. Agora ela estava aqui, então eu abandonei o convento’.

“Mais tarde, o casal se mudou para o Zagrebe.

“‘É mais fácil em uma cidade grande, onde ninguém te conhece, ninguém te julga, ninguém aponta o dedo para você, as pessoas nos aceitaram como nós somos’, disse Fani.

“Depois de vários anos, elas voltaram para a casa de Marita em Korcula, sendo aceitas pela sua família. Os pais de Fani não estão mais vivos.

“‘Eu não sou mais uma ‘colega de quarto’, disse Fani.”

Questionada sobre esse desdobramento dos eventos, Marita afirmou: “Eu simplesmente segui meu coração. (…) Foi isso que eu fiz, tanto no convento, quando eu percebi que não era o meu caminho, quanto em relação a Fani”.

As duas mulheres conheceram a diretora do documentário sete anos antes de o filme ser feito, um momento durante o qual a confiança foi sendo construída. A diretora explicou:

“‘Ele conta a história de um amor inesperado e incomum, mas o meu foco como diretor foi mais na questão da liberdade pessoal’, disse a diretora croata Ivana Marinic Kragic à AFP.

“As duas mulheres ‘encontraram forças para lutar pelo seu amor, o que geralmente não é aceito na nossa sociedade, e deram uma guinada em suas vidas’, disse ela.

“A diretora Kragic disse que a sua esperança em relação ao filme era criar empatia, e não polêmica, sobre a história do casal.”

Hoje, tanto Marita quanto Fani continuam sendo pessoas de fé, mesmo que a sua relação com a Igreja institucional tenha mudado.

Assista abaixo um trailer do filme com legendas em inglês:

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Documentário conta a história de duas ex-freiras que abandonaram a vida religiosa após se apaixonarem - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV