Bispo alemão renova pedido “urgente” para que haja mais mulheres na hierarquia da Igreja

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Em busca de cliques, sites e blogs resolveram "matar" Dom Pedro Casaldáliga

    LER MAIS
  • “Pandemia causará um desencanto que chegará às ruas”, afirma Mike Davis

    LER MAIS
  • Dentro de um inferno, algo do paraíso não se perdeu. Artigo de Leonardo Boff

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


03 Agosto 2020

Um bispo alemão renovou seu apelo “urgente” por mais mulheres na hierarquia da Igreja, insistindo que “a liderança feminina é importante e enriquecedora”.

A reportagem é de Mada Jurado, publicada por Novena News, 29-07-2020. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

O arcebispo de Paderborn, Hans-Josef Becker, fez esse novo apelo em uma mensagem de vídeo no dia 28 de julho, por ocasião do “Dia dos Camponeses” [Tag des Landvolks], com o lema: “O campo à frente. A mulher à frente”.

“Como Igreja, precisamos de mulheres em posições de liderança”, insistiu Becker, defendendo uma proporção maior de mulheres entre os altos cargos na Igreja.

“Como Igreja Católica, precisamos urgentemente encontrar soluções, sejam globalmente uniformes ou com diferenciações permitidas, em relação ao modo como a igualdade pode ser implementada ainda mais”, apelou o arcebispo de Paderborn.

Para o arcebispo Becker, o dever de honrar as habilidades e as capacidades das mulheres é uma das lições a serem tiradas da crise do coronavírus, que “nos mostra que o aumento da interação humana, a conexão com a natureza e os pontos fortes compartilhados entre mulheres e homens são tijolos importantes para a construção da nossa sociedade”.

Como prova do conjunto único de habilidades que as mulheres podem levar para as posições de poder, o prelado citou o estilo de liderança exibido durante a crise do coronavírus em países como Alemanha, Taiwan ou Nova Zelândia, nações que, junto com outras do norte da Europa, têm mulheres líderes.

Essas mulheres políticas foram tão “honestas, abertas e empáticas” durante a crise que essas qualidades que elas exibiram, junto com a sua “energia”, levaram alguns a se perguntar se as mulheres não são melhores do que os homens na liderança dos países em tempos de crise, lembrou Becker.

Ele acrescentou que essas mulheres líderes “foram especialmente elogiadas por não insistirem em sua autoridade, ao contrário de alguns de seus colegas homens, mas sim por reconhecerem rapidamente a gravidade da situação e por tomarem medidas rápidas”.

“Ter mulheres na liderança certamente não é a única razão pela qual esses países enfrentaram a crise muito bem até agora, mas o fato é que o estilo de liderança feminina é importante e enriquecedor para o bem-estar da nossa sociedade”, enfatizou o arcebispo, deixando à imaginação do leitor o modo como essas qualidades da liderança feminina poderiam se traduzir na vida da Igreja.

O apelo de Becker pela igualdade de direitos para as mulheres na Igreja em seu vídeo para o “Dia dos Camponeses” representa a segunda vez em pouco mais de um mês que o arcebispo ponderou a questão da justiça de gênero no catolicismo.

Em uma cerimônia online no dia 9 de junho para marcar o fim da edição deste ano do programa de mentoria para mulheres, “Women Rise”, que os bispos alemães têm realizado nos últimos cinco anos, em uma tentativa de ajudar mais mulheres a ocupar cargos de gestão e administração na Igreja, Becker prometeu “fazer todo o possível para aumentar ainda mais a proporção de mulheres em cargos de gestão, porque ainda há espaço para melhorias”.

“Todos na Igreja Católica devem agir” sobre a questão da justiça de gênero, acrescentou o arcebispo naquela ocasião em junho, enfatizando que é preciso pôr um fim à atual cultura eclesiástica eclesial da desigualdade.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Bispo alemão renova pedido “urgente” para que haja mais mulheres na hierarquia da Igreja - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV