Táxis do Google sem motorista começam a prestar serviço no Arizona

Revista ihu on-line

Henry David Thoreau - A desobediência civil como forma de vida

Edição: 509

Leia mais

Populismo segundo Ernesto Laclau. Chave para uma democracia radical e plural

Edição: 508

Leia mais

Gênero e violência - Um debate sobre a vulnerabilidade de mulheres e LGBTs

Edição: 507

Leia mais

Mais Lidos

  • O Credo do papa e as crenças dos seus inimigos. Cardeal pede que papa professe publicamente o Credo

    LER MAIS
  • Mineradoras estrangeiras: A Chacina que o Brasil não viu

    LER MAIS
  • Itália. Padre é insultado por levar refugiados à piscina pública

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

26 Abril 2017

A Waymo, empresa de veículos sem motorista do grupo Alphabet Inc., ao qual também pertence a Google, realizou nesta terça-feira em Phoenix (Arizona, EUA) o seu primeiro teste aberto ao público de veículos autônomos. A empresa anunciou que possui 100 vans Chrysler Pacifica e que acaba de adquirir mais 500 para atender à demanda estimada.

A informação é publicada por El País, 25-04-2017.

A Waymo já vem testando o serviço com um grupo de famílias a fim de observar o que os potenciais usuários exigem durante o trajeto. Agora, amplia-se o raio de ação. Por meio de seu blog, a companhia convidou os 4,5 milhões de habitantes da região metropolitana a participar do primeiro teste de veículos autônomos aberto ao público.

Os veículos circularão com um operador humano à frente do volante, para o caso de haver necessidade de uma intervenção apenas para efetuar uma recarga. Esse novo teste da Waymo foi idealizado para entender o que as pessoas esperam de um veículo autônomo, como o utilizam e como integram o serviço em suas vidas. Aqueles que participarem do teste terão acesso aos veículos todos os dias a qualquer hora.

Assiste-se neste momento, no Silicon Valley, a uma corrida em busca da melhor tecnologia de condução autônoma, com a aposta de que esse modelo irá transformar a indústria automobilística e se tornará uma mina de ouro para as empresas. A Waymo obteve um dos melhores resultados tecnológicos, além de ter uma parceria com a Fiat Chrysler. Muitas empresas acreditam que os usuários procurarão os veículos autônomos como um serviço e não para ser proprietários deles. A Uber é outra empresa que já fez testes com veículos autônomos.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Táxis do Google sem motorista começam a prestar serviço no Arizona