O Papa visitará os túmulos de dois padres que lutaram contra as injustiças

Revista ihu on-line

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Grande Sertão: Veredas. Travessias

Edição: 538

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Grande Sertão: Veredas. Travessias

Edição: 538

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Grande Sertão: Veredas. Travessias

Edição: 538

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Mais Lidos

  • Deveríamos chamar os padres de ''padres''?

    LER MAIS
  • “Este Sínodo, em sua profecia, é fiel aos gritos dos pobres e da irmã Mãe Terra”. Entrevista com Mauricio López

    LER MAIS
  • 'Dizer-se cristão não é o mesmo que ser cristão, é preciso coerência', afirma o Papa Francisco

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

25 Abril 2017

No próximo dia 20 de junho, o Papa Francisco fará uma visita privada a Bozzolo, Província de Mântua e diocese de Cremona, e Barbiana, província e diocese de Florença, para rezar diante dos túmulos de dois padres italianos: Primo Mazzolari, que se destacou por sua oposição ao fascismo, e Lorenzo Milani, que, por suas denúncias contra as injustiças dos governantes, foi enviado a uma aldeia remota, Barbiana, onde desenvolveu um novo método de educação a favor dos pobres e contra o fracasso escolar.

A informação foi publicada por Religión Digital, 24-04-2017. A tradução é de Henrique Denis Lucas.

O Papa decolará do helicóptero na terça-feira, dia 20 de junho, às 07:30, no heliporto do Vaticano, e aterrissará às 9:00 no campo desportivo de Bozzolo (Mantua), onde será recebido pelo bispo de Cremona, Antonio Napolioni,e o prefeito de Bozzolo.

Em seguida, ele visitará a paróquia de São Pedro para rezar junto ao túmulo de Primo Mazzolari (1890-1959) e fazer um discurso em sua homenagem diante dos fiéis na igreja.

Às 10:30, ele sairá do campo desportivo de Bozzolo e, 45 minutos depois, chegará à esplanada em frente à igreja de Barbiana, onde o pontífice será recebido pelo arcebispo de Florença, Giuseppe Betori, e pelo prefeito de Vicchio.

Bergoglio realizará uma visita privada ao cemitério e rezará junto ao túmulo de Lorenzo Milani (1923-1967). Além disso, ele terá um encontro com os discípulos de Milani na igreja.

No jardim lateral, Francisco fará um discurso comemorativo para cerca de 200 pessoas, entre elas discípulos, um grupo de sacerdotes da diocese e alguns jovens hospedados em casas de família. Às 12:30, ele subirá novamente no helicóptero, que o levará de volta ao Vaticano.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O Papa visitará os túmulos de dois padres que lutaram contra as injustiças - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV