Faleceu Renzo Rossi, o ''padre dos pobres'' que trabalhou na Bahia

Revista ihu on-line

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Grande Sertão: Veredas. Travessias

Edição: 538

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Mais Lidos

  • O holocausto da Amazônia põe a civilização em alerta. Artigo de Marina Silva

    LER MAIS
  • Recorde de queimadas reflete irresponsabilidade de Bolsonaro. Nota do Observatório do Clima

    LER MAIS
  • Assim o 1% se prepara para o apocalipse climático

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

27 Março 2013

Faleceu na manhã da última segunda-feira, 25, em Florença, onde nascera em 1925, o padre Renzo Rossi, um dos sacerdotes mais conhecidos da diocese, o "padre dos pobres". No seminário, ele conheceu o padre Lorenzo Milani, do qual se tornou amigo.

A reportagem é do jornal La Repubblica – Firenze, 25-03-2013. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Depois de uma longa experiência ao lado dos operários nas fábricas da cidade, entre os anos 1960 e 1970, ele pediu e obteve a permissão de abrir a missão florentina em Salvador, na Bahia, Brasil, da qual é cidadão honorário. Por quase 20 anos, fez o serviço no país sul-americano, dedicando-se particularmente ao serviço nas prisões, primeiro sacerdote a entrar nas celas brasileiras, sobretudo ao lado dos presos políticos.

De volta à Itália, viveu por curtos períodos na África, na Ásia, na Índia, "entre os pobres, ao lado deles", como ele sempre dizia, quando contava a sua vida aos jovens.

Há alguns anos, ele não tinha uma paróquia, mas estava a serviço da diocese e do bispo. O arcebispo Giuseppe Betori, em outubro de 2009, quando o padre Alessandro Santoro [que havia celebrado o casamento de um transexual] fora afastado, o mandou por cinco meses a Piagge [bairro moderno de Florença]. "Eudisse para ele não  se fazer de tolo", disse ele, falando do padre Santoro, que depois acolheu "com alegria" o seu retorno à comunidade.

"Recebemos na manhã de hoje, com grande tristeza, a notícia do falecimento do padre Renzo Rossi. O Pe. Renzo foi e é para todos nós o sacerdote da alegria. Mesmo na última experiência em Pontassieve ele se definia assim", disse o prefeito de Florença, Matteo Renzi. "É uma das pessoas mais extraordinárias que eu tive a oportunidade de conhecer", acrescentou.

"A última vez que o vi, na sexta-feira, ele me chamou de tolo – disse o prefeito – e me disse, como sempre fazia com todos, 'tente não ficar tolo demais'. Continuaremos trabalhando tentando seguir essa afetuosa sugestão".

A notícia da morte de Dom Renzo Rossi logo chegou em Salvador, Bahia, e às pessoas que o Pe. Rossi acompanhou e ajudou durante a sua prisão política no Brasil. "Eu passei mais de 40 anos de vida junto com ele – escreveu via e-mail Theodomiro Romeiro dos Santos –, boa parte deles também em situações muito difíceis, como quando eu estava detido na Prisão Política de Salvador e, mais tarde, durante o meu exílio em Paris. Nunca me faltaram a sua presença e a sua ajuda preciosa, sempre de modo generoso e ao mesmo tempo alegre". "Nós, ex-prisioneiros políticos – continua a carta – sentimo-nos órfãos de pai, profundamente tristes neste momento".

Quem também escreveu foi o advogado Rui Patterson, também ele preso político nos anos 1970 no Brasil: "É uma perda enorme para todos nós, ex-presos políticos no Brasil, mas também para a Igreja, sem medo de exagerar, uma perda para um número significativo de seres humanos, para os quais o Pe. Renzo doou compaixão, esperança, fé nos mais altos valores da pessoa humana".

O funeral do Pe. Renzo Rossi será celebrado nesta quarta-feira, 27, às 10 horas, na Basílica de San Lorenzo.

Confira a noticia aqui

Que sentimentos este entrevista provocou em você?

O texto bíblico a seguir pode lhe iluminar.

Fiquem sempre alegres no Senhor! Repito: fiquem alegres!
5 Que a bondade de vocês seja notada por todos.
O Senhor está próximo.
Não se inquietem com nada.
Apresentem a Deus todas as necessidades de vocês
através da oração e da súplica, em ação de graças.
Então a paz de Deus, que ultrapassa toda compreensão,
guardará em Jesus Cristo os corações e pensamentos de vocês.
Finalmente, irmãos, ocupem-se com tudo o que é verdadeiro,
nobre, justo, puro, amável, honroso, virtuoso,
ou que de algum modo mereça louvor.
Pratiquem tudo o que vocês aprenderam
e receberam como herança, o que ouviram e observaram em mim.
Então o Deus da paz estará com vocês.(Flp 4, 4-9)

Leia-o e deixe que ele ecoe em você.

Com confiança faça uma oração com o que sentiu.

Se quiser, pode escrever sua prece e enviá-la, para que outros possam rezar junto pelo site.
Mande sua mensagem pelo formulário abaixo:

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Faleceu Renzo Rossi, o ''padre dos pobres'' que trabalhou na Bahia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV