"Agora é poder popular", diz periferia em protesto

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Uma visão do suicídio no Brasil em resposta à outra visão apresentada

    LER MAIS
  • "É hora de reaprender a arte de sonhar com os xamãs nativos"

    LER MAIS
  • “É triste ver cristãos acomodados na poltrona”. O alerta do papa Francisco contra a acídia

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: Cesar Sanson | 26 Junho 2013

"Se a mídia se indigna com o que aconteceu na Paulista, vamos mostrar o que acontece todo dia na periferia", diz liderança.

A reportagem é de Piero Locatelli e publicada pela Carta Capital, 25-06-2013.

Um protesto organizado pelo movimento Periferia Ativa trancou na manhã desta terça-feira 25 a avenida Carlos Caldeira Filho, na zona sul de São Paulo, em direção ao centro da cidade. O  ato conta com o apoio do Movimento Passe Livre.

O Periferia Ativa pede a tarifa zero para o transporte público, além da desmilitarização da polícia e mais verbas para a saúde e a educação em detrimento dos investimentos para a Copa do Mundo.

"Se a mídia se indigna com o que aconteceu na Paulista,  a gente está aqui para mostrar que isso acontece todo dia na periferia", dizia Vanessa de Souza, do MTST (Movimento dos Trabalhadores sem teto), que faz parte do Periferia Ativa.

Ainda durante o protesto,  o governador Geraldo Alckmin telefonou para convidar os representantes do movimento para uma reunião no Palácio dos Bandeirantes. O MTST deve ser recebido pela presidenta Dilma Rousseff junto com outros movimentos sociais ligados à moradia ainda nesta terça-feira.

O protesto teve início às 7 horas no Capão Redondo e no Campo Limpo, na zona sul, e em Guaianases,  na zona leste. Os grupos se juntaram no bloqueio da via. Cerca de 400 pessoas participaram da manifestação,  feita abaixo de chuva, segundo a Polícia Militar, que destacou um efetivo de 40 pessoas para o ato.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

"Agora é poder popular", diz periferia em protesto - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV