Ó Emanuel! Vinde salvar-nos!

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Como as lideranças católicas ajudaram a dar origem à violência no Capitólio dos EUA. Artigo de James Martin

    LER MAIS
  • “O trumpismo se infiltrou na Igreja Católica dos Estados Unidos”. Entrevista com Massimo Faggioli

    LER MAIS
  • Irlanda, 9 mil crianças mortas em casas para mães solteiras: o 'mea culpa' de Dublin sobre 76 anos de maus-tratos

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


23 Dezembro 2020

 A última entre as sete Antífonas do Ó, "Ó Emanuel" retoma o nome do menino anunciado por Isaías ao Rei Acaz de Jerusalém: "Por isso, o próprio Senhor vos dará um sinal: uma virgem conceberá e dará à luz um filho, e o chamará ‘Deus Conosco’" (Isaías 7,14). A exclamação “Ó Emanuel" é retomada de Is 8.8: "Com suas asas desdobradas cobrirá toda a terra, ó Emanuel!".

Mateus, ao relatar a história de José, esposo de Maria, vê no nascimento de Jesus o cumprimento da profecia de Isaías: "Eis que uma Virgem conceberá e dará à luz um filho, que se chamará Emanuel (Is 7,14), que significa: Deus conosco." (Mt 1,23). Assim, o título de Emanuel é bem apropriado para concluir a sequencia das sete “Antífonas Ó” nos dias que precedem o Natal.

Os títulos “nosso rei” e “legislador” juntamente com a oração “Vinde salvar-nos, Senhor nosso Deus” remetem a Isaías 33,22: "Porque o Senhor é nosso juiz, o Senhor é nosso legislador; o Senhor é nosso rei que nos salvará."

A invocação final “Senhor nosso Deus” faz referência a Isaías 37,20 e 2 Reis 19,19: "Mas vós, Senhor, nosso Deus, livrai-nos da mão de Senaquerib, a fim de que todos os povos da terra saibam que vós, Senhor, sois o único Deus”."

A primeira parte da invocação “esperança e salvador das nações”, refere-se a Gn 49, 10: "Não se apartará o cetro de Judá, nem o bastão de comando dentre seus pés, até que venha aquele a quem pertence por direito, e a quem devem obediência os povos."

Já a segunda parte, pela universalidade da expressão, pode ser relacionada com João 4, 42: “Já não é por causa da tua declaração que cremos, mas nós mesmos ouvimos e sabemos ser este verdadeiramente o Salvador do mundo”. E também pode ser relacionado com o que escreve Paulo em 1 Tim 4,10: "pusemos a nossa esperança em Deus vivo, que é o Salvador de todos os homens, sobretudo dos fiéis".

 

Referência bibliográfica
Cf. GILBERT, Marcel. Le antifone maggiori dell´avvento. In: Civiltà Cattolica, 2008, IV, pp. 319-332.

 

Die 23 Decembris

O Emmanuel,
Rex et legifer noster,
exspectatio gentium,
et Salvador earum:
Veni ad salvandum nos, Domine Deus noster

 

23 de dezembro

Ó Emanuel,
nosso rei e legislador, (Isaías 7:14)
esperança e salvador das nações,
Vinde salvar-nos,
Senhor nosso Deus.

 

Dia 23 de dezembro

Ó...
Ó Emanuel:
Deus-conosco, ó Rei legislador,
Esperança de todas as nações,
Desejado de todos corações,
És dos pobres maior libertador,
Finalmente salvar-nos vem, Senhor,
Ó Deus nosso, ouve as nossas rogações, ó, ó.

Vem, ó Filho de Maria,
Vem depressa, ó luz da vida,
Quanta sede, quanta espera,
Quando chega, quando chega aquele dia?... (bis)

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ó Emanuel! Vinde salvar-nos! - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV