México. O encontro do Papa com os jesuítas

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Naturalizamos o horror? Artigo de Maria Rita Kehl

    LER MAIS
  • Católicas, sim, pelo Direito de Decidir!

    LER MAIS
  • Nice, consternação no Vaticano com a bofetada à fraternidade humana

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: Jonas | 16 Fevereiro 2016

No domingo, o papa Francisco teve dois encontros fora da agenda oficial, no segundo dia em Cidade do México, ao cumprimentar algumas freiras de clausura que lhe esperavam à beira da estrada e ao receber um grupo de jesuítas na nunciatura.

 
Fonte: http://goo.gl/Vc8HCV  

A reportagem é publicada por Religión Digital, 15-02-2016. A tradução é do Cepat.

Na nunciatura, Francisco recebeu um grupo de jesuítas mexicanos, da ordem a qual pertence, e com eles conversou durante meia hora.

O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, explicou em uma coletiva de imprensa um dos episódios do dia: quando Francisco fez parar o papamóvel para se aproximar de um grupo de freiras que se encontravam à beira da estrada, fora da Universidade Simón Bolívar.

Eram algumas freiras de clausura da Ordem da Visitação de Santa Maria, chamadas Visitandinas, com as quais o Papa trocou algumas palavras, abençoou-as e elas lhe entregaram um buquê de rosas brancas.

 
Fonte: http://goo.gl/Vc8HCV  

Durante a tarde, após voltar da visita ao hospital pediátrico, Francisco recebeu na nunciatura um grupo de jesuítas mexicanos, a ordem a qual pertence, e com eles conversou durante meia hora. Eles lhe presentearam com uma imagem do jesuíta e beato Miguel Agustín Pro Juárez.

O porta-voz vaticano explicou que aos jesuítas o Pontífice romano disse que “estava impressionado com o amor gratuito que a multidão lhe demonstra nas ruas”. Assim como ontem, os mexicanos foram às ruas e entre os que estavam na missa de Ecatepec, onde havia 300.000 pessoas, e os que saíram às ruas para ver passar o Pontífice, estima-se um milhão de pessoas.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

México. O encontro do Papa com os jesuítas - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV