A representação de mulheres nos meios de comunicação é analisada em Encontro Internacional de Jornalistas

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Os 60 bebês do Amazonas: retrato de um futuro asfixiado

    LER MAIS
  • Elementos importantes para compreender o contexto trágico que vivemos na cidade de Manaus

    LER MAIS
  • As lições de São Sebastião para a Igreja peregrina e perseguida do século 21

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: Jonas | 25 Outubro 2013

Aconteceu o 5º Encontro Internacional da Rede de Jornalistas com visão de gênero, na cidade de Mérida, entre os dias 11 e 13 de outubro. Do mesmo, participaram cerca de 200 jornalistas de todo o mundo, coincidindo com o Encontro Nacional de Jornalistas do México.

A reportagem é publicada pela Agência Latino-Americana e Caribenha de Comunicação - ALC, 23-10-2013. A tradução é do Cepat.

O contexto no qual se realizou o evento está vinculado com a situação de violência que o país vive em algumas regiões, colocando em risco a vida e a integridade daquelas pessoas que exercem o jornalismo e que, além disso, fazem isto com perspectiva de gênero, em razão do crime organizado.

Realizaram-se mesas com diferentes temas e um deles esteve relacionado com a representação de mulheres e varões nas notícias do Monitoramento Global dos Meios de Comunicação, realizado desde 1995, a cada cinco anos, pela Associação Mundial para a Comunicação Cristã (WACC, em sua sigla inglesa), por parte de Marcela Gabioud, da Argentina, especialmente convidada para o evento. Também Carolyn Byerly, dos Estados Unidos, responsável pelo estudo sobre a presença de mulheres nas redações dos meios de comunicação, realizado pela International Women’s Media Foundation (IWMF), que concluiu que a equidade nos meios de comunicação não existe.

A antropóloga feminista Marcela Lagarde foi uma das presenças destacadas, com sua apresentação sobre Sinergia e Redes, oferecendo um contexto de alto nível aos conteúdos do evento. No último dia, no período da tarde, trabalhou-se ligeiramente com a plenária sobre o próximo encontro de 2015, que terá como eixo elaborar um documento com a contribuição das redes nacionais, com a coordenação da Rede Internacional, sobre a Plataforma J de Pequim, já que coincidirá com os 20 anos de sua proposta.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A representação de mulheres nos meios de comunicação é analisada em Encontro Internacional de Jornalistas - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV