Antje Jackelén, primeira mulher arcebispo na Igreja Luterana da Suécia

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • Bartomeu Melià: jesuíta e antropólogo evangelizado pelos guarani (1932-2019)

    LER MAIS
  • Bolsonaro institui o Dia do Rodeio na Festa de São Francisco de Assis

    LER MAIS
  • “O transumanismo acredita que o ser humano está em um suporte equivocado”, afirma filósofo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: Jonas | 17 Outubro 2013

A Igreja Luterana da Suécia, o setor a que pertencem três quartos dos suecos, elegeu pela primeira vez uma mulher como arcebispo: a até agora bispa de Lund, Antie Jackelén (foto).

A reportagem é publicada no sítio Religión Digital, 16-10-2013. A tradução é do Cepat.

 
Fonte: http://goo.gl/r4yIBz  

Jackelén obteve 56% dos votos frente a 33% de seu rival, Ragnar Persenius, e venceu, portanto, no primeiro turno, segundo informou a Igreja Luterana.

Nascida há 58 anos, na Alemanha, país em que começou seus estudos de Teologia, Jackelén foi ordenada na Suécia, em 1980, e desde 2007 atuava como bispa de Lund, posição que manterá até assumir seu novo cargo em junho de 2014.

“Não é tão surpreendente. Temos tido mulheres pastoras há 50 anos”, declarou Jackelén, casada, com dois filhos e dois netos.

O atual arcebispo, Anders Wejryd, exclamou que “já era hora” e recordou que existem mulheres na liderança das igrejas luteranas em países como Noruega e Estados Unidos. A Igreja Anglicana também está imersa, há anos, no debate da ordenação de bispas. No último mês de setembro, a reverenda anglicana Pat Storey, de 53 anos, casada e com dois filhos, tornou-se a primeira bispa da história da Igreja da Irlanda.

É a segunda vez que a Igreja Luterana elege um arcebispo desde a separação entre Estado e Igreja, em 2000, já que até então a eleição recaía sobre o Governo de momento.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Antje Jackelén, primeira mulher arcebispo na Igreja Luterana da Suécia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV