Superior dos Legionários de Cristo recebe com “alegria e confiança” o assistente pontifício

Revista ihu on-line

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Mais Lidos

  • Vaticano, roubadas da igreja estátuas indígenas consideradas “pagãs” e jogadas no Tibre

    LER MAIS
  • A peleja religiosa. Artigo de José de Souza Martins

    LER MAIS
  • Começa a hora da decisão para os bispos da Amazônia na semana final do Sínodo. Artigo de Thomas Reese

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: André | 06 Julho 2014

O diretor-geral dos Legionários de Cristo recebeu com “alegria e confiança” o assistente pontifício para a congregação. Quando, em fevereiro, terminou o mandato do delegado pontifício Velasio De Paolis, o Vaticano disse que nomearia um assistente para consolidar a renovação da congregação.

A reportagem está publicada no sítio Rome Reports, 04-07-2014. A tradução é de André Langer.

Francisco escolheu o jesuíta italiano Gianfranco Ghirlanda. Ele foi um dos principais colaboradores de Velasio De Paolis. Não fará parte do governo da congregação, mas poderá participar das reuniões do conselho-geral.

Pe. Eduardo Robles-Gil, diretor-geral dos Legionários de Cristo:

“Ele irá informar periodicamente como vai o processo da união com o movimento, como vão as constituições... Mesmo após a aprovação definitiva das Constituições continuará informando sobre o andamento interno dos Legionários de Cristo. É preciso pensar que, o que interessa ao Papa, e me disse isso quando o saudei na Praça São Pedro: ‘não quero que isto fracasse, sigam em frente, vocês têm o meu apoio’”.

Como canonista, a principal missão de Ghirlanda é ajudá-los a definir juridicamente a unidade do Movimento Regnum Christi. Algo que já fazia desde março, quando os Legionários de Cristo lhe pediram oficialmente que os auxiliasse na revisão dos estatutos do Movimento.

Pe. Eduardo Robles-Gil, diretor-geral dos Legionários de Cristo:

“Este é o desafio mais importante que temos, porque temos que encontrar uma estrutura jurídica que seja adequada para quatro realidades: os leigos do movimento, os consagrados do Regnum Christi, as consagradas do Regnum Christi e os Legionários de Cristo”.

O Vaticano pediu também alguns ajustes à nova versão das Constituições que os Legionários apresentaram em fevereiro. Por exemplo, que explicitem as referências aos textos do Concílio Vaticano II e que citem pontos do Código de Direito Canônico que servem como chave de interpretação das normas.

A correção do texto das Constituições levará semanas e a configuração jurídica do Regnum Christi é uma tarefa de anos. A congregação olha para o futuro e aposta na continuação da sua principal tarefa.

Pe. Eduardo Robles-Gil, diretor-geral dos Legionários de Cristo:

“Eu entrei nos Legionários de Cristo depois de entrar no Movimento e após me apaixonar pelo apostolado pelo bem da Igreja, pelo bem das almas, pelo meu bem pessoal. E penso que foi aí que encontrei Jesus Cristo de maneira pessoal, de maneira viva, e penso que é o que melhor podemos fazer: ajudar as pessoas a encontrar Jesus Cristo”.

Os Legionários de Cristo são uma congregação religiosa. Compartilham o carisma e a missão do Movimento Regnum Christi, formado por leigos e consagrados, e trabalham em estreito contato.

Estão presentes em 22 países, contam com quatro bispos, 954 sacerdotes; 836 religiosos e noviços; e 945 alunos nos centros vocacionais.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Superior dos Legionários de Cristo recebe com “alegria e confiança” o assistente pontifício - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV