Após dois meses em queda, o trabalho formal volta a aumentar na Região Metropolitana de Porto Alegre

Revista ihu on-line

Missões jesuíticas. Mundos que se revelam e se transformam

Edição: 530

Leia mais

Nietzsche. Da moral de rebanho à reconstrução genealógica do pensar

Edição: 529

Leia mais

China, nova potência mundial – Contradições e lógicas que vêm transformando o país

Edição: 528

Leia mais

Missões jesuíticas. Mundos que se revelam e se transformam

Edição: 530

Leia mais

Missões jesuíticas. Mundos que se revelam e se transformam

Edição: 530

Leia mais

Nietzsche. Da moral de rebanho à reconstrução genealógica do pensar

Edição: 529

Leia mais

Nietzsche. Da moral de rebanho à reconstrução genealógica do pensar

Edição: 529

Leia mais

China, nova potência mundial – Contradições e lógicas que vêm transformando o país

Edição: 528

Leia mais

China, nova potência mundial – Contradições e lógicas que vêm transformando o país

Edição: 528

Leia mais

Mais Lidos

  • As sete antífonas do 'Ó': celebrando o mistério da vinda de Jesus

    LER MAIS
  • Dowbor: há saída no labirinto capitalista?

    LER MAIS
  • A vida secreta das árvores e o déficit de natureza

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

31 Outubro 2018

O Observatório da Realidade e das Políticas Públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos - IHU, apresenta a Carta do Mercado de Trabalho, do mês de agosto e setembro de 2018, que é produzida pelo Observatório Unilasalle: Trabalho, Gestão e Políticas Públicas. A Carta mostra o movimento do mercado de trabalho formal no Brasil, no Rio Grande do Sul, na Região Metropolitana de Porto Alegre - RMPA e no município de Canoas.

Eis o texto. 

O mercado de trabalho formal brasileiro registrou, entre admissões e demissões, saldo positivo no mês de setembro de 2018, com 137.336 postos de trabalho com carteira assinada, o que representa uma  ampliação em 0,36% sobre o estoque de empregos do mês anterior. O setor de serviços (60.961) foi o que mais abriu postos de trabalho. O setor da agropecuária (2.688) foi o único que fechou postos de trabalho. No ano foram abertos 719.089 postos de trabalho com carteira assinada.

O mercado de trabalho formal rio-grandense no mês de setembro de 2018 registrou saldo positivo de 1.359 postos de trabalho, o que representa um crescimento 0,05% sobre o estoque de empregos do mês anterior. O setor de serviços (2.603) foi o que mais abriu postos de trabalho, e o setor da indústria de transformação (3.027) foi o que mais encerrou. Neste ano, no estado do Rio Grande do Sul, foram criadas 21.926 vagas com carteira assinada.

O mercado de trabalho formal na RMPA no mês de setembro de 2018 apresentou um acréscimo de 920 postos de trabalho com carteira assinada, um crescimento de 0,08% sobre o estoque de empregos do mês anterior. O setor de serviços (967) foi o que mais ampliou o número de vagas e o setor da construção civil (457) foi o que mais fechou postos de trabalho com carteira assinada. No ano foram criadas 6.571 vagas de trabalho com carteira assinada. 

Acesse aqui a análise completa da Carta do Mercado de Trabalho do mês de agosto e setembro.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Após dois meses em queda, o trabalho formal volta a aumentar na Região Metropolitana de Porto Alegre - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV