“É o momento de abolir o ato bárbaro da guerra antes que ela cancele o homem da história”, clama o Papa Francisco

Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Mais Lidos

  • “Se vejo o Evangelho apenas de maneira sociológica, sim, sou comunista, e Jesus também”. Entrevista com o Papa Francisco

    LER MAIS
  • Eu, o tirano. Entrevista com Éric Sadin

    LER MAIS
  • Dois teólogos questionam o Concílio Vaticano II sobre questões que nunca havia se posto...

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


28 Março 2022

 

 

“Diante do perigo de autodestruição, a humanidade deve compreender que chegou a hora de abolir a guerra, de apagá-la da história humana antes que ela apague o homem da história”, diz o Papa Francisco, em apelo pela paz na Ucrânia, na oração do Angelus do dia 27 de março. 

 

O texto é publicado por Vatican News, 27-03-2022. A tradução é de Luisa Rabolini

 

Caros irmãos e irmãs!

 

Mais de um mês se passou desde a invasão da Ucrânia, desta guerra cruel e sem sentido, que representa uma derrota para todos, para todos nós. É preciso repudiar a guerra, um lugar de morte onde pais e mães enterram seus filhos, onde homens matam seus irmãos sem sequer tê-los visto, onde os poderosos decidem e os pobres morrem.

 

A guerra não só devasta o presente, mas também o futuro da sociedade. Li que, desde o início da guerra, uma em cada duas crianças foi deslocada do país. Isso significa destruir o futuro e causar traumas entre os menores e mais inocentes. Aqui está a bestialidade da guerra, um ato bárbaro e sacrílego!

 

A guerra não pode ser algo inevitável, não temos que nos acostumar à guerra! Temos que converter a indignação de hoje no compromisso de amanhã. Se sairmos dessa história como antes, todos seremos culpados de alguma forma. Diante do perigo de autodestruição da humanidade, compreendam que chegou a hora de abolir a guerra, de apagá-la da história humana antes que seja ela que apague o homem da história.

 

Rezo para que todos os líderes políticos reflitam sobre isso, se empenhem para isso! E, olhando para a atormentada Ucrânia, entender que a cada dia de guerra a situação piora para todos. Por isso renovo o meu apelo: basta, paremos, calem-se as armas, tratemos seriamente pela paz! Rezemos novamente, sem cansar, à Rainha da Paz, a quem consagramos a humanidade, especialmente a Rússia e a Ucrânia, com uma grande e intensa participação, pela qual agradeço a todos vocês. Vamos orar juntos. Ave Maria…

 

Justamente dois anos atrás, desta Praça, levantamos o apelo pelo fim da pandemia. Hoje fizemos isso pelo fim da guerra na Ucrânia. Ao sair da Praça será oferecido um livro gratuito, criado pela Comissão do Vaticano Covid-19 com o Dicastério para a Comunicação, para convidar a rezar nos momentos de dificuldade, sem medo, sempre tendo fé no Senhor.

 

 

 

Leia mais

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“É o momento de abolir o ato bárbaro da guerra antes que ela cancele o homem da história”, clama o Papa Francisco - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV