''Há muitos Pokémons na Síria, vem e salva-me''

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Viagem ao inferno do trabalho em plataformas

    LER MAIS
  • A implementação do Concílio no governo do Papa Bergoglio. Artigo de Daniele Menozzi

    LER MAIS
  • Metaverso? Uma solução em busca de um problema. Entrevista com Luciano Floridi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


22 Julho 2016


Menino sírio pedindo socorro (Reprodução Twitter

Crianças sírias usam Pokémons para pedir ajuda ao mundo. A ideia é conseguir que lhes dêem atenção e denunciar o sofrimento de milhares de crianças arrastadas para uma guerra, enquanto a febre Pokémon alastra em outros lugares.

A reportagem é de Nuno Paixão Louro, publicada por sabado.pt.

Imagens de crianças sírias com cartazes em que aparecem com desenhos de personagens de Pokémon com mensagens como: "Há muitos Pokémons na Síria, vem e salva-me", foram partilhados nas redes sociais. A ideia é chamar a atenção para a sua situação e pedir que alguém os resgate, ou seja, que sejam salvos do cenário de guerra onde vivem.

As fotos pretendem alertar para o contra-senso que é haver milhões de pessoas dispostas a fazer de quase tudo para apanhar monstros virtuais, enquanto há crianças, reais, na Síria a necessitar de ajuda e não a têm.

A iniciativa partiu da grupo anti-governamental Revolutionary Forces of Syria, mas rapidamente se espalhou pelas redes sociais, sobretudo nos hastags #PrayforSiria e #PokemoninSyria.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

''Há muitos Pokémons na Síria, vem e salva-me'' - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV