“Ignacio de Loyola”, um filme sobre o fundador dos jesuítas

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • O que deve ser cancelado? Eis a questão

    LER MAIS
  • Cardeal Luis Antonio Tagle: a melhor nomeação do papa

    LER MAIS
  • CNBB emite nota sobre o desrespeito à fé cristã

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: André | 07 Julho 2016

“Ignacio de Loyola” é um filme de ação e contemplação sobre a vida do fundador da Companhia de Jesus, que terá sua estreia nas salas das Filipinas no dia 27 de julho de 2016, ou seja, alguns dias antes da sua festa litúrgica – 31 de julho.

A reportagem é de Constance Roques e publicada por Zenit, 05-07-2016. A tradução é de André Langer.

Trata-se de um filme da Jesuit Communications Foundation das Filipinas. A distribuição internacional do filme está em fase de planejamento.

Uma exibição especial deste novo filme sobre Santo Inácio de Loyola (1491-1556) aconteceu no dia 14 de junho, na filmoteca vaticana, no Vaticano: uma pré-estreia para um filme filipino. Entre os primeiros a vê-lo estavam o padre geral dos jesuítas, Adolfo Nicolás, o secretário da Congregação para a Doutrina da Fé, o Pe. Luis Francisco Ladaria Ferrer, também jesuíta, e o Pe. Antonio Spadaro, diretor da revista La Civiltà Cattolica.

O filme foi produzido “principalmente para os jovens que têm dificuldades para tomar decisões cruciais em sua vida”, indica o diretor artístico da obra, o padre jesuíta filipino Rene Javellana. Ele indica que o filme foi concebido como uma resposta à “ausência de material contemporâneo” sobre Santo Inácio de Loyola. O último filme sobre o santo é um filme espanhol em preto e branco da década de 1940.

O diretor também é filipino, Paolo Dy, que escreveu o roteiro em parceria com sua esposa Cathy, sob a supervisão de padres jesuítas.

O papel de Iñigo/Inácio foi confiado ao ator espanhol Andreas Muñoz. E a trilha sonora foi encomendada a um compositor filipino, Ryan Cayabyab, que dirige a Orquestra Filarmônica ABS-CBN. Pode-se ver o trailer, com legenda em português, clicando aqui.

Inácio de Loyola nasceu no país basco espanhol, Azpeitia, em 1491, fundou a Companhia de Jesus no dia 15 de agosto de 1534, em Paris (França) – ela será aprovada pelo Papa Paulo II em 1540 –, e morreu em Roma no dia 31 de julho de 1556. Seus restos mortais repousam na Igreja do Gesù – em honra ao Nome de Jesus –, a primeira igreja dos jesuítas no mundo.

O Papa Francisco celebrou a missa, em privado, com cerca de 250 jesuítas, na Igreja do Gesù, em Roma, pela festa de Santo Inácio, no dia 31 de julho de 2013, no seu retorno da Jornada Mundial da Juventude do Rio de Janeiro.

No avião que o levava de volta, no dia 29 de julho, disse: “Eu me sinto jesuíta na minha espiritualidade; na espiritualidade dos Exercícios, a espiritualidade, aquela que trago no coração. Tanto é que daqui a três dias irei festejar com os jesuítas a festa de Santo Inácio: celebrarei a missa de manhã”. E em sua homilia de 31 de julho, chamou Santo Inácio de “nosso pai”.

Veja também:

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“Ignacio de Loyola”, um filme sobre o fundador dos jesuítas - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV