Um “Common Prayer” [“Preces conjuntas”] luterano-católico para os 500 anos da Reforma

Revista ihu on-line

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Mais Lidos

  • O psicanalista analisa o "vazio de sentido". "A técnica domina, a política não decide, os jovens consomem e ponto". Entrevista com Umberto Galimberti

    LER MAIS
  • ''Estamos vendo o início da era da barbárie climática.'' Entrevista com Naomi Klein

    LER MAIS
  • Necropolítica Bacurau

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

14 Janeiro 2016

O livro das preces comuns compreende materiais adaptáveis às tradições litúrgicas das igrejas das duas tradições cristãs.

A reportagem foi publicada por Riforma, 12-01-2016. A tradução é de Benno Dischinger.

A Federação luterana mundial (Flm) e o Pontifício Conselho para a promoção da unidade dos cristãos (Pcpuc) convidaram as igrejas luteranas e as conferências episcopais católicas de todo o mundo para usarem o Common Prayer (o livro da prece comum) preparado conjuntamente em vista das comemorações dos 500 anos da Reforma que será celebrado em 2017.

Numa carta conjunta enviada segunda-feira, 11 de janeiro, às Conferências episcopais e aos bispos das igrejas membro da Flm, o pastor Martin Junge, secretário geral da Flm, e o cardeal Kurt Koch, presidente do Pcpuc, apresentaram o Common Prayer: o primeiro instrumento litúrgico desenvolvido conjuntamente e redigido por uma força-tarefa litúrgica da Comissão luterana-católica sobre a unidade da Flm e do Pcpuc. Ele se baseia no recente relatório de estudo “Do conflito à comunhão: Comemoração comum luterano-católica da Reforma em 2017”, que convida as comunidades católicas e luteranas a orarem juntas na ocasião do aniversário. O Common Prayer compreende materiais que podem ser adaptados às tradições litúrgicas e musicais locais das igrejas das duas tradições cristãs.

“O Common Prayer assinala um momento muito especial no nosso caminho comum do conflito à comunhão. Estamos felizes de convidar-vos a participar neste caminho que testemunha a graça de Deus no mundo”, escrevem Junge e Koch aos líderes luteranos e católicos. Os dois líderes exprimem gratidão pelas tantas iniciativas comuns e o empenho dos católicos e luteranos em estudarem juntos o documento “Do conflito à comunhão”, no qual os dois organismos eclesiásticos descrevem juntos pela primeira vez a história do 16º século da Reforma e as suas intenções. O relatório elaborado pela Comissão católico-luterana sobre a unidade em 2013 foi amplamente distribuído às comunidades católicas e luteranas. Está disponível em quatro línguas oficiais da Flm – inglês, francês, alemão e espanhol – e foi traduzido em muitas outras línguas nacionais e regionais.

O objetivo do Common Prayer é o de exprimir os dons da Reforma e de pedir perdão pela divisão perpetuada pelos cristãos das duas tradições. “Ele oferece a oportunidade de olhar para trás, através do ato de agradecer e a confissão do pecado, e de olhar em frente, empenhando-nos no testemunho comum e no prosseguir o caminho”, se lê no prefácio do Common Prayer. Em sua carta conjunta, Junge e Koch recordam aos líderes das igrejas que em 2017 se celebram também os 50 anos do diálogo ecumênico global entre católicos e luteranos, que compreende outros processos de estudo e documentos importantes. Para a Flm, o ano coincide com a sua XII Assembleia, que ocorrerá em Windhoek, na Namíbia, com o tema “Libertados pela graça de Deus”. Em outubro de 2016, a Flm e o Pcpuc hospedarão em evento de comemoração ecumênica conjunta em Lund, na Suécia, aonde a Federação luterana mundial foi fundada em 1947.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Um “Common Prayer” [“Preces conjuntas”] luterano-católico para os 500 anos da Reforma - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV