Breves do Facebook

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Golpe dentro do golpe: General Heleno abre guerra contra o que resta de democracia

    LER MAIS
  • Papa Francisco. Um passo para frente, dois para trás?

    LER MAIS
  • “Padres casados é um tema que distrai, a exortação é uma esperança para a nossa terra”. Entrevista com Mauricio López, secretário executivo da REPAM

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

30 Novembro 2015

André Vallias

A Samarco e a Vale avisam que a lama não é tóxica: os peixes é que não querem mais nadar, tendo se acostumado a ficar de papo pro ar. Esses preguiçosos!

André Vallias

"Engenheiro opinando em meio ambiente é igual uma capivara dançando frevo, só quem pensa estar se saindo bem é o próprio."

Kalyl Silvino

Cledisson Junior

E você achando mesmo que o nome sexta feira negra era só uma jogada de marketing.
"Black" friday era o nome dado ao dia seguido após o dia de açoes de graças a venda de escravos com preços promocionais nos EUA.
Repense seu consumismo!

Fábio Malini

O mais impressionante é que a calamidade em Colatina, provocada pela total segregaçao em torno da distribuição de água potável, tem sido obliterada pelos editores dos veículos de imprensa do ES, que seguem apenas compartilhando notícias que saem de veículos independentes ou de cidadãos da/na cidade. Não cobram responsabilidade de NINGUÉM e adotam a velha linha editorial de mostrar o sofrimento na cidade, mas sem incomodar em nada as figuras de poder.

Em tempo: a crítica à cobertura é fundamental para que um mínimo de "outro lado" possa ser ouvido. E as figuras de poder, "um pouco mais" incomodadas. Tristeza é ver colega da Universidade (com toda autonomia que o povo lhe dá) ficar mudo, fingindo que a tragédia está alhures.

Marcelo Castañeda

Lagartixa, Morro da Pedreira, Costa Barros, Zona Norte do Rio, sábado a noite, ontem: 5 jovens negros são assassinados por 4 policiais militares. Sim, os policiais foram presos, mas quando o extermínio de jovens negros vai parar? E o que importa é o dilúvio.

ONU Brasil

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Breves do Facebook - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV