Padre e pastor lavam os pés da travesti que se crucificou na Parada LGBT de 2015

Revista ihu on-line

Gauchismo - A tradição inventada e as disputas pela memória

Edição: 493

Leia mais

Financeirização, Crise Sistêmica e Políticas Públicas

Edição: 492

Leia mais

SUS por um fio. De sistema público e universal de saúde a simples negócio

Edição: 491

Leia mais

Mais Lidos

  • TSE considera hipótese de poupar Michel Temer

    LER MAIS
  • Na China, “a problemática da ecologia, vista como um luxo, choca-se com a do emprego, que é vita

    LER MAIS
  • Em defesa da ordem constitucional, em desagravo a Guido Mantega. Nota pública de intelectuais

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

29 Junho 2015

O Padre Júlio Lancelotti e o pastor evangélico da Igreja Batista José Barbosa Júnior contrariam a leitura tradicional da Bíblia e lavaram os pés da travesti Viviany Belebone como forma de pedir a ela desculpas pelas ameaças e ofensas que sofreu. Viviany se crucificou na Parada LGBT de 2015, em ato que gerou polêmica por parte dos setores conservadores da sociedade.

A informação é as imagens são publicadas por Jornalistas Livres. Rede de Jornalismo independente em defesa da Democracia e dos Direitos Humanos, 27-06-2015.

Sobre a higiene a transexual disse apenas: “Me sentindo abençoada”. A lavagem aconteceu na tarde deste Sábado (27), em São Paulo.