Encontro Mundial de Movimentos Populares no Vaticano

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Desgaste do discurso evangélico

    LER MAIS
  • Outro papa. Ratzinger, sua renúncia e o confronto com Bergoglio

    LER MAIS
  • ‘Eu serei sempre minoria’, diz padre Júlio sobre sua vocação em ajudar pobres e oprimidos

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: Jonas | 23 Outubro 2014

O Pontifício Conselho Justiça e Paz, em colaboração com a Academia Pontifícia das Ciências Sociais e com líderes de diversos movimentos, organizou um Encontro Mundial de Movimentos Populares, que acontecerá de 27 a 29 de outubro de 2014.

A informação é publicada por Religión Digital, 21-10-2014. A tradução é do Cepat.

O primeiro e o terceiro dia acontecerão no Salesianum, na Via della Pisana. O segundo dia (28/10) na Aula Velha do Sínodo, com a participação do Santo Padre.

O encontro é destinado principalmente às organizações e movimentos dos excluídos. Espera-se a participação de aproximadamente 10 delegados de diferentes procedências, que reúnem:

a) os trabalhadores precarizados, temporários, migrantes, e os que participam no setor popular, informal e/ou de autogestão, sem proteção legal, reconhecimento sindical e nem direitos trabalhistas;

b) os camponeses sem terra e os povos indígenas ou as pessoas em risco de ser expulsas do campo por causa da especulação agrícola e a violência;

c) as pessoas que vivem nos subúrbios e assentamentos informais, os marginalizados, os esquecidos, sem infraestrutura urbana adequada.

Numerosos bispos e outros trabalhadores da Igreja de vários países também estão convidados, com o objetivo de estimular o diálogo e a colaboração com a Igreja. A reunião acontecerá em espanhol, francês, inglês, italiano e português.

O encontro será encerrado com a criação de uma instância internacional de coordenação entre os movimentos populares, com o apoio e colaboração da Igreja.

O trabalho está dividido em três dias:

a) O objetivo do primeiro dia é conhecer a realidade de hoje, as lutas e os pensamentos dos movimentos populares. Acontecerá no Salesianum;

b) O objetivo do segundo dia é apreciar o ensinamento do Papa Francisco sobre a forma de avançar juntos para um autêntico desenvolvimento humano integral. Acontecerá na Aula Velha do Sínodo;

c) O terceiro e último dia será dedicado ao levantamento de compromissos concretos para coordenar as organizações dos excluídos e sua colaboração com a Igreja. Acontecerá no Salesianum.

Na coletiva de imprensa, o Encontro Mundial será apresentado pelo cardeal Peter Turkson, presidente do Pontifício Conselho Justiça e Paz; por dom Marcelo Sánchez Sorondo, chanceler da Academia Pontifícia das Ciências Sociais; e por Juan Grabois, do Comitê Organizador do Encontro e da Confederação de Trabalhadores da Economia Popular.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Encontro Mundial de Movimentos Populares no Vaticano - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV