A caminho dos 800 anos da Família Dominicana

Revista ihu on-line

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

Etty Hillesum - A resistência alegre contra o mal

Edição: 534

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

Etty Hillesum - A resistência alegre contra o mal

Edição: 534

Leia mais

Mais Lidos

  • Bancos vão ficar com 62% da renda do trabalhador se capitalização for aprovada

    LER MAIS
  • A democracia representativa está esgotada. Entrevista com Jean Ziegler

    LER MAIS
  • Nacionalistas que abusam de símbolos cristãos são a maior ameaça à União Europeia, diz Tomáš Halík

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

11 Agosto 2014

A família dominicana, com o tema "Enviados a pregar o Evangelho”, está se preparando para celebrar o Jubileu dos 800 anos da confirmação da fundação da Ordem Dominicana (Ordem dos Pregadores), ocorrida pela Bula do Papa Honório III, publicada em 22 de dezembro de 1216.

A nota abaixo é de Marcos Sassatelli, frade dominicano,  doutor em Filosofia (USP) e em Teologia Moral (Assunção - SP) e professor aposentado de Filosofia da UFG,

Eis o texto.

"Enviados a pregar o Evangelho”

Neste ano de 2014, a Festa de São Domingos de Gusmão assume para a Família Dominicana (Frades, Monjas, Irmãs das diversas Congregações Dominicanas e Leigos/as) um significado todo especial.

Com o tema "Enviados a pregar o Evangelho”, estamos nos preparando para celebrar o Jubileu dos 800 anos da confirmação da fundação da Ordem Dominicana (Ordem dos Pregadores), ocorrida pela Bula do Papa Honório III, publicada em 22 de dezembro de 1216.

Mesmo que o Ano Jubilar propriamente dito se celebre de 7 de novembro de 2015 (Festa de Todos os Santos da Ordem) a 21 de janeiro de 2017 (bula "Gratiarum omnium”), já estamos em clima de festa.

"Preparar e celebrar esse Jubileu significa entrar em um processo dinâmico de alegria, renovação e mudança de vida (metanóia), como acontecia com o Povo de Deus ao celebrar cada Ano Jubilar (cf. Lv 25,10)”.

Entre as várias programações do Ano Jubilar, em âmbito mundial, duas merecem ser destacadas: uma peregrinação de Frades Estudantes com o Mestre da Ordem, visitando os lugares relacionados com nosso Pai São Domingos e com o nascimento da Ordem e uma Celebração com o Papa, que já foi convidado e informalmente aceitou presidir a Cerimônia de fechamento do Ano Jubilar, em 21 de janeiro de 2017, na Basílica Santa Maria Maior, em Roma.

A programação do Ano Jubilar para a Família Dominicana no Brasil está sendo preparada por uma Comissão representativa de toda a Família e será oportunamente divulgada. Veja aqui.

A Comissão Dominicana de Justiça e Paz do Brasil (que tem o seu Secretariado Nacional em Goiânia) convida toda a Família Dominicana de Goiânia e região e demais amigos e amigas para celebrarmos juntos a Festa de São Domingos, renovando o nosso compromisso com a profecia em vista da Justiça e da Paz e fortalecendo a utopia do Reino que nos mobiliza há tantos anos.

Embora na Liturgia da Igreja a Festa de São Domingos seja celebrada no dia 8 de agosto, para facilitar a participação de todos e de todas, nós a celebraremos no dia 9, que é sábado.

Teremos duas programações: das 15:30 às 18:30 horas: formação com as Juventudes, com o tema "São Domingos ontem e hoje: à luz da caminhada de Justiça e Paz” (local: Salão Paroquial da Igreja São Judas Tadeu - Rua 242, nº 100, Setor Coimbra - próximo à Praça A); e às 19:00 horas: Celebração da Eucaristia (local: Igreja São Judas Tadeu).

Terminaremos a Festa com uma confraternização. Todos são convidados a levar muita motivação, alegria, salgadinhos, refrigerantes e sucos para nossa partilha fraterna.

Na Festa de São Domingos celebraremos: os 25 anos da Comissão Dominicana de Justiça e Paz do Brasil; os 40 anos de martírio de Frei Tito (mártir da ditadura civil militar de 1964); os 500 anos da conversão de Las Casas e, desde já, os 800 anos da Família Dominicana. Contamos com a presença de todos e de todas.

"Recordar o testemunho militante de frei Tito neste ano de 2014, que marca o cinquentenário do golpe militar, é resgatar o exemplo de todos, homens e mulheres, que lutaram na resistência à ditadura”

Para a nossa meditação, nesta Festa de São Domingos, trago aqui as palavras do céebre Sermão de Frei Antônio de Montesinos, de 21 de dezembro de 1511 (4º Domingo do Advento). A Comunidade dos Frades Dominicanos na América Espanhola colonial reagiu contra o massacre dos índios e, após um discernimento comunitário, resolveu assumir uma posição clara e encarregou a Frei Antônio de Montesinos para ser o seu porta-voz.

O tema do Sermão escolhido foi a frase de João Batista: eu sou a voz que clama no deserto. Além de Bartolomeu de Las Casas, estavam presentes os capitães espanhóis e o almirante Diego Colombo, filho do próprio Cristóvão Colombo. A pregação de Frei Antônio de Montesinos causou um profundo impacto em Bartolomeu de Las Casas, que o levou a se converter, tornando-se um grande defensor dos índios, um grande missionário dominicano e um grande apóstolo.

Eis as proféticas palavras do Sermão: "Todos vós estais em pecado mortal. Nele viveis e nele morrereis, devido à crueldade e tiranias que usais com estas gentes inocentes. Dizei-me, com que direito e baseados em que justiça, mantendes em tão cruel e horrível servidão os índios? Com que autoridade fizestes estas detestáveis guerras a estes povos que estavam em suas terras mansas e pacíficas e tão numerosas e os consumistes com mortes e destruições inauditas? Como os tendes tão oprimidos e fatigados, sem dar-lhes de comer e curá-los em suas enfermidades? Os excessivos trabalhos que lhes impondes, os fazem morrer, ou melhor dizendo, vós os matais para poder arrancar e adquirir ouro cada dia... Não são eles acaso homens? Não têm almas racionais? Vós não sois obrigados a amá-los como a vós mesmos? Será que não entendeis isso? Não o podeis sentir? Tende como certo que, no estado em que vos encontrais, não tendes mais chance de vos salvardes de que os muçulmanos e turcos, que não têm fé em Jesus Cristo" (www.direitoshumanos.usp.br).

Que São Domingos interceda por nós para que tenhamos hoje a mesma coragem profética de Frei Antônio de Montesinos e de sua Comunidade Religiosa.

Oração do Jubileu dos 800 anos da Família Dominicana:

Deus Pai de misericórdia, que chamastes o vosso servo Domingos de Gusmão para se colocar no caminho da fé, como peregrino itinerante e pregador da graça, ao prepararmos para celebrar o Jubileu da Ordem, vos pedimos que infundais novamente em nós o Espírito do Cristo Ressuscitado, para que possamos proclamar com fidelidade e alegria o Evangelho da paz, pelo mesmo Jesus Cristo nosso Senhor, Amém!

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A caminho dos 800 anos da Família Dominicana - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV