Crianças morrem depois de comer alimentos de lixão em Pernambuco

Revista ihu on-line

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Grande Sertão: Veredas. Travessias

Edição: 538

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Grande Sertão: Veredas. Travessias

Edição: 538

Leia mais

Grande Sertão: Veredas. Travessias

Edição: 538

Leia mais

Mais Lidos

  • Comunhão na Igreja dos EUA ''já está fraturada''. Entrevista com Massimo Faggioli

    LER MAIS
  • Vozes que desafiam. A vida de Simone Weil marcada pelas opções radicais

    LER MAIS
  • A disrupção é a melhor opção para evitar um desastre climático, afirma ex-presidente irlandesa

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: Cesar Sanson | 29 Julho 2014

Duas crianças morreram após comer alimentos recolhidos de um lixão na cidade de Catende, no interior de Pernambuco. Outras cinco pessoas foram intoxicadas. A Polícia Civil investiga o caso.

A informação é publicada pelo portal do jornal Folha de S.Paulo, 28-07-2014.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, as meninas, de um ano e seis meses e de sete anos, morreram no último sábado (26), após ingerirem leite em pó, macarrão instantâneo e pão retirados do lixão da cidade. Os corpos foram levados ao IML (Instituto Médico Legal) de Caruaru (PE).

As demais vítimas têm três, dez, 13, 17 e 22 anos. Todas foram encaminhadas ao Hospital Regional de Palmares (PE), mas já receberam alta após passar por lavagem estomacal. A Secretaria de Saúde informou que essas pessoas não apresentaram sintomas de intoxicação.

A Vigilância Epidemiológica do Estado e a Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária começaram nesta segunda-feira (28) a investigar o que classificaram como "surto por intoxicação alimentar".

As sobras dos alimentos e amostras de água serão enviadas ao Laboratório Central de Pernambuco para análise. Amostras de sangue foram encaminhadas ao Hospital da Restauração, no Recife. O resultado das análises deverá ser divulgado até a próxima semana.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Crianças morrem depois de comer alimentos de lixão em Pernambuco - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV