Frases do dia

Revista ihu on-line

Gênero e violência - Um debate sobre a vulnerabilidade de mulheres e LGBTs

Edição: 507

Leia mais

Os coletivos criminais e o aparato policial. A vida na periferia sob cerco

Edição: 506

Leia mais

Giorgio Agamben e a impossibilidade de salvação da modernidade e da política moderna

Edição: 505

Leia mais

Mais Lidos

  • Os milhões na Suíça do novo cardeal do Mali embaraçam Francisco

    LER MAIS
  • “Um dia vou te matar”: como Roraima se tornou o Estado onde as mulheres mais morrem no Brasil

    LER MAIS
  • A vingança de Mazzolari, o padre dos pobres banido pela Igreja, mas amado por Francisco

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

23 Julho 2014

Dinheiro torrado

“Torraram R$ 13,9 milhões em Cláudio, mas há um aeroporto equipado a 36 km dali, em Divinópolis” – Elio Gaspari, jornalista – Correio do Povo, 23-07-2014.

O aeroporto de Cláudio

“Desde domingo, quando o repórter Lucas Ferraz contou que a Viúva construiu uma pista de pouso asfaltada no município de Cláudio (MG), a 6 km da fazenda centenária do ramo materno da família de Aécio Neves, o candidato tucano à Presidência da República ofereceu explicações insuficientes para satisfazer a curiosidade de uma pessoa que pretenda votar nele em nome do seu compromisso com a gestão e a transparência” – Elio Gaspari, jornalista – Correio do Povo, 23-07-2014.

Uso privado

"A comodidade de uma pista de pouso paga e mantida pela Boa Senhora é o objeto do desejo de todo fazendeiro. Tome-se, porém, o exemplo de Paul Mellon, um finíssimo bilionário que vivia entre seu haras da Virgínia e o mundo. Comprou um avião e, para seu conforto, construiu um aeroporto dentro de suas terras, em Upperville. Lá, avisa-se: "Uso privado. É necessária autorização para pousar". Mellon fez o aeroporto com o dinheiro dele. A pista de Cláudio, como diria Armínio Fraga, foi construída com o "meu, o seu, o nosso" – Elio Gaspari, jornalista – Correio do Povo, 23-07-2014.

Fadiga de material

“Em conversa recente com um aliado, Lula se disse surpreso com o grau de rejeição ao PT e reconheceu que a imagem do partido pode ter se desgastado antes do que previa. O ex-presidente esperava que o eleitorado acusasse a "fadiga de material" apenas na próxima corrida presidencial, em 2018. O sentimento, portanto, não comprometeria a reeleição de Dilma Rousseff. Com o novo diagnóstico, Lula entende que é preciso repensar o discurso para manter o petismo no poder” – Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 23-07-2014.

No mais

"É como diz nosso Sérgio Besserman sobre o veto ao uso da imagem do Cristo Redentor no filme do José Padilha: "A Arquidiocese está querendo pegar o Rio para Cristo..." - Ancelmo Gois, jornalista - O Globo, 23-07-2014.

A esquerda no poder

"Pesquisa da professora Maria Celina D’Araujo, publicada no recém- lançado livro “Redemocratização e mudança social no Brasil” (FGV Editora), indicou — quem diria! — que o governo Fernando Henrique abrigava o maior percentual de ex-integrantes de organizações clandestinas de esquerda. No tucanato, 12,6% dos ocupantes de cargos altos na burocracia haviam participado de grupos clandestinos, contra 4,6% no de Dilma Rousseff" - Ancelmo Gois, jornalista - O Globo, 23-07-2014.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Frases do dia