Organismo católico diz que na Austrália houve 4% de padres pedófilos

Revista ihu on-line

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Mais Lidos

  • Necropolítica Bacurau

    LER MAIS
  • 23 razões para participar da Greve Climática desta sexta-feira

    LER MAIS
  • Às leitoras e aos leitores

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: André | 16 Julho 2014

Um organismo católico australiano encarregado de combater a pedofilia na Igreja disse, nesta terça-feira, que o número de sacerdotes pederastas no país foi historicamente de 4%, o dobro do que estimou o Papa Francisco, segundo o jornal italiano La Repubblica.

A reportagem é publicada pelo portal Terra, 15-07-2014. A tradução é de André Langer.

O jornal italiano publicou, no domingo, uma entrevista com o Santo Padre na qual este dizia que “segundo dados contrastados, a porcentagem de pedófilos na Igreja está em 2% (...) Estes 2% incluem sacerdotes e inclusive bispos e cardeais”.

Pouco depois, o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, disse que os dados não correspondem com o que o Papa quis dizer em sua entrevista a Eugenio Scalfari, o fundador do La Repubblica.

Francis Sullivan, coordenador do Conselho para a Verdade, a Justiça e a Reparação, disse que essa porcentagem foi historicamente mais alta na Austrália.

O conselho está compilando uma base de dados sobre abusos sexuais cometidos por religiosos na Austrália que remontam a 1940. Segundo os dados preliminares, 4% dos padres abusaram de crianças na ilha-continente, segundo Sullivan.

“No momento, temos números muito mais altos do que o Papa disse na imprensa”, disse Sullivan à AFP.

O responsável insistiu em que a estimativa é um cálculo histórico, e que isso “não significa que o clero atual tenha 4% de culpados por abusos sexuais contra crianças”.

O conselho espera concluir sua base de dados em nível nacional até o final do ano.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Organismo católico diz que na Austrália houve 4% de padres pedófilos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV