Uma desoladora arte de crianças judias em um campo de concentração

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • Irreverência

    LER MAIS
  • Uma prova do conclave. O próximo papa assumirá o nome da Comunidade de Santo Egídio

    LER MAIS
  • “Eu estou tirando Deus da Bíblia”. Entrevista com Marc-Alain Ouaknin

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: André | 22 Abril 2014

Uma mostra no Reino Unido exibirá os desenhos feitos por crianças judias em um campo de concentração da ex-Checoeslováquia durante a Segunda Guerra Mundial.

A reportagem é de Chris Long e publicada no sítio da BBC, 16-04-2014. A tradução é de André Langer.

As imagens oferecem um olhar sobre a traumática experiência de crianças, muitas das quais morreram nas mãos dos nazistas.

A mostra inclui 40 desenhos de crianças reclusas no campo de concentração de Theresienstadt.

 
Fonte: http://bbc.in/1kFuulu  

Helga Weissova, de 14 anos quando foi libertada, retratou o quarto das mulheres antes da inspeção da Cruz Vermelha.

 
Fonte: http://bbc.in/1kFuulu  

Pavel Sonnenschein, falecido aos 13 anos, desenhou os interiores do gueto.

Theresienstadt era, da forma como o Museu do Holocausto dos Estados Unidos o descreve, “um campo-gueto”, um lugar de trânsito para os judeus que “funcionava como um assentamento, um campo de reunião, um campo de concentração”.

Cerca de 14.000 judeus ficaram reclusos neste recinto, 15.000 deles crianças. Segundo o Museu, “aproximadamente 90% destas crianças morreram nos campos da morte”.

Brian Devlin, o curador da mostra, explicou que as famílias no campo compreensivelmente “procuraram ocultar das crianças o horror da sua situação ocupando seu tempo livre com jogos, atividades educativas e desenhos”.

 
Fonte: http://bbc.in/1kFuulu  

Malvina Lowova, assassinada aos 12 anos, desenhou sua família sendo deportada por guardas armados com sitiantes ameaçando-os com forquilhas.

O resultado é que foram feitos muitos desenhos, e Devlin disse que os trabalhos oferecem um olhar sobre as mentes das crianças que os fizeram.

“Um desenho é quase uma página negra, mas pode-se distinguir a linha de um trem negro que, suponho, está rodeado pela escuridão da perdição que aguardava por elas”, explica. “Até mesmo o sol é rodeado de negro”.

 
Fonte: http://bbc.in/1kFuulu  

Ruth Cechova, morta aos 13 anos, desenhou suas recordações sobre tomar sol.

“Outro desenho mostra uma mãe e um pai e seus filhos sendo levados pelos campos até Theresienstadt”.

“Estão cercados de sitiantes furiosos que os ameaçam com forquilhas. Te faz pensar muito”, acrescenta o curador.

Nem todas as imagens são desoladoras. Também há muitos desenhos com momentos felizes, que mostram crianças jogando, assim como um desenho de uma festa da Páscoa.

“Os alemães gostavam de usá-los para provar para o resto do mundo sua suposta humanidade”, disse Devlin.

“Contudo, as pinturas e os desenhos mostram claramente as tristes vítimas e apenas alguns estão sorrindo”.

As obras foram emprestadas pelo Museu Judaico de Praga e depois de serem exibidas em Lanchashire, Reino Unido, serão expostas em outras partes deste país.

Devlin afirma que os desenhos são, sem dúvida alguma, comovedores e tristes, mas também muito importantes.

 
Fonte: http://bbc.in/1kFuulu  

Vilem Eisner, morto aos 13 anos, desenhou uma das suas aulas no dormitório.

“É sempre valioso ver o mundo através dos olhos de uma criança”, disse. “Nesta arte vejo vozes através das décadas”.

“Muito poucos (em Theresienstadt) sobreviveram e os nazistas trataram de erradicar sua lembrança por completo. Esta arte dá voz às vítimas”.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Uma desoladora arte de crianças judias em um campo de concentração - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV