Compartilhar Compartilhar
Aumentar / diminuir a letra Diminuir / Aumentar a letra

Notícias » Notícias

Com aumento de 37%, garis do Rio encerram greve

Após mais de quatro horas de negociações no Tribunal Regional do Trabalho, os garis e representantes da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) e da prefeitura do Rio de Janeiro chegaram a um acordo encerrando a greve que já durava oito dias com o retorno imediato ao trabalho. O encontro estava marcado para terça-feira (11), mas foi adiantado para o sábado no período da tarde. O salário dos garis, que atualmente é R$ 802,57, passará para R$ 1.100, e o tíquete alimentação, de R$ 12, passará para R$ 20.

A reportagem é de Flávia Villela e publicada pela Agência Brasil, 09-03-2014.

A prefeitura havia oferecido reajuste do salário para R$ 1.050 e aumento do tíquete para R$ 16. O secretário-chefe da Casa Civil, Pedro Paulo, disse esperar que o aumento de 37% sirva para que o episódio não passe de uma ressaca de carnaval. "Vamos por uma pá de cal nessa história", disse. Ele prevê que sejam necessários de dois a três dias para normalizar a retirada do lixo na cidade.

O aumento acertado foi resultado da contraproposta da categoria. Um dos representantes da comissão de greve, Angelo Ricardo Freitas, disse que os garis ficaram satisfeitos. "Estamos todos satisfeitos, pois não queríamos nada além disso, sentar e conversar e poder propor nossa pauta", disse.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Cadastre-se

Quero receber:


Refresh Captcha Repita o código acima:
 

Novos Comentários

"Névio, acho que, diferentemente de você, Pedro R. de Oliveira entendeu o mote e o artigo! Veja: ht..." Em resposta a: Fé e Política: urge repensar
"Destruir muros e aproximar pessoas no caminho evangélico da Misericórdia é a Mensagem de Bergogli..." Em resposta a: Argentina. Padres que atuam nas favelas e Geração Francisco denunciam uma “brutal campanha” contra o Papa
"A leitura do artigo nos remete a um trecho do discurso Oração aos Moços, de Rui Barbosa, quando c..." Em resposta a: A falta de vergonha e a ausência de culpa na corrupção brasileira. Artigo de Leonardo Boff

Conecte-se com o IHU no Facebook

Siga-nos no Twitter

Escreva para o IHU

Adicione o IHU ao seus Favoritos e volte mais vezes

Conheça a página do ObservaSinos

Acompanhe o IHU no Medium