A Legião de Cristo combate seu passado e prepara seu futuro

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Müller também se recusa, na 'TV do diabo', a participar do Sínodo

    LER MAIS
  • Aquele que veio para desconstruir e devastar - Frases dia

    LER MAIS
  • Desmatamento na Amazônia já chega a quase 9 mil km² em 2021, mostra Imazon

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: Caroline | 07 Dezembro 2013

Em uma carta endereçada a todos os membros da Legião de Cristo, o padre Sylvester Heereman expôs hoje à tarde, após o cardeal O’Malley anunciar a criação de uma comissão especial para a proteção das crianças na Santa Sé, os avanços e as direções adotadas para a congregação a respeito da transparência nos casos de abuso sexual por parte de seus membros, assim como na prevenção destes dramáticos episódios.

A reportagem é publicada por Vatican Insider, 06-12-2013. A tradução é do Cepat.

Sem deixar de ter a obscura figura de seu fundador, Marcial Maciel Degollado, como advertência sobre o sofrimento e as feridas provocados por esta praga, os Legionários se preparam também para o próximo Capítulo Geral, que será realizado no mês de janeiro do próximo ano. Por isso, o novo vigário geral considerou oportuno expor as ações empreendidas pelas autoridades da Congregação para prevenir os abusos e colaborar com as autoridades civis, com absoluta transparência. “O governo geral da Legião – escreve o padre Heereman – fomentou que em todos os lugares onde estamos presentes se instituam meios para proteger a integridade dos menores confiados ao nosso cuidado pastoral e para responder, com prontidão e profissionalismo, a qualquer denúncia”.
 
 A Congregação está fazendo tudo o que é possível para responder ao chamado da Santa Sé (expresso tanto durante o Pontificado de Bento XVI, quanto no de Francisco) para responder com maior decisão aos crimes de abusos sexuais. O padre Heereman explicou que ao longo dos últimos anos foram implementados programas de grande importância para manter os ambientes seguros, o que inclui revisões de suas instalações, formação e capacitação dos membros da Congregação e a adoção de um código estrito de conduta, mas indicou: “a prevenção de futuros incidentes e a cura das vítimas (que possam haver, conhecidas ou desconhecidas) constituem nossa prioridade. Por isso,  às vezes será necessário que os superiores da congregação levem ao conhecimento o fato de uma denúncia recebida e também os resultados da investigação”.
 
E é justamente o que fez o diretor territorial da Legião da América do Norte, o padre Luis Garza, que informou sobre o caso no qual está envolvido o padre Guillermo Izquierdo, de 85 anos, que abusou de um noviço em Cheshire, nos Estados Unidos, durante os anos 1990. Além de informar às autoridades locais, a Legião encarregou a Praesidium, Inc. de uma investigação independente, que encerrou em agosto de 2013. As conclusões foram apresentadas e analisadas cuidadosamente pelo conselho de revisores para os casos de abusos da Legião do território norte-americano, em outubro de 2013.
 
“Após revisar esta informação, não temos mais motivos para duvidar que houve o abuso sexual de um menor”, disse o padre Garza, que também informou sobre o ocorrido à Congregação para a Doutrina da Fé. Afinal de contas, o octogenário pedófilo deixou de exercer seu ministério sacerdotal, em 2008, e diagnosticou-se nele um estado avançado de demência senil, por isso será transferido para uma casa de repouso.
 
“Apesar das notícias serem dolorosas – concluiu Garza –, sabemos que compartilhá-las adequadamente constitui um passo necessário no processo de resolução e na proteção daqueles que estão sobre nossa Congregação, assim como para seus pais e a todos os seus familiares. O que demonstra que a Legião de Cristo está decididamente comprometida a oferecer ambientes seguros em nossos colégios, seminários e nas atividades juvenis que organizamos”.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A Legião de Cristo combate seu passado e prepara seu futuro - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV