Compartilhar Compartilhar
Aumentar / diminuir a letra Diminuir / Aumentar a letra

Notícias » Notícias

Biologia sintética. O redesenho da vida existente e a criação de novas formas de vida

Revoluções tecnocientíficas, culturas, indivíduos e sociedades. A modelagem da vida, do conhecimento e dos processos produtivos na tecnociência contemporânea é o tema do XIV Simpósio Internacional IHU a ser realizado em outubro de 2014.

Uma série de pré-eventos, entre os quais três seminários semestrais preparam o evento. Na semana passada foi amplamente debatido o Projeto Biologia Sintética com dois pesquisadores que trabalham no Centro de Ciencias Humanas y Sociales - CSIC, em Madri, Jordi Maiso Blasco e José Antonio Zamora, respectivamente.

A edição desta semana da revista IHU On-Line amplia o debate do tema.

O filósofo espanhol, José Manuel de Cózar-Escalante, professor titular da Universidad de La Laguna, defende que as biotecnologias têm muito a colaborar para a humanidade, mas não são a solução para tudo. Decisões muito mais simples e baratas podem dar conta de maneira muito mais eficiente de problemas como a fome no mundo e o acesso à saúde do que esperar o desenvolvimento em longo prazo de tecnologias que talvez nem sejam tão acessíveis.

Por sua vez, Antonio Diéguez-Lucena, coordenador do departamento de Filosofia da Universidad de Málaga, na Espanha, defende que é preciso ponderar com cautela os riscos que envolvem a criação de vida sintética, e não se ater à velha discussão de “brincar de Deus”. A grande discussão seria a da redução da natureza a um mero objeto.

Jordi Maiso Blasco, pesquisador do Centro de Ciencias Humanas y Sociales - CSIC, em Madri, acredita que é preciso questionar os motivos que levam o homem a buscar o aperfeiçoamento biológico. Seriam estes desejos uma evolução lógica para a espécie? Ou estaria ela apenas respondendo às demandas do capital por um corpo mais “eficiente”?

Professor titular do Instituto de Filosofia do Centro de Ciencias Humanas y Sociales - CSIC - de Madri, José Antonio Zamora defende o surgimento de uma teoria social à altura dos desafios a serem enfrentados a partir da criação de vida em laboratório. Os limites éticos que regem a vida natural também se estenderiam à artificial? São “temores justificados” que incitam maior reflexão.

Paul Rabinow, professor de Antropologia da University of California e diretor de Antropologia do Contemporary Research Collaboratory (ARC), e Gaymon Bennett, assistente de pesquisa do quadro de aconselhamento ético da Geron Corporation, respondem juntos à entrevista concedida à IHU On-Line. Ambos trabalharam no Centro de Pesquisa de Engenharia Biológica Sintética e propõem novas formas de compreender os modos de pensar, agir e se relacionar a partir da biologia sintética.

Por fim, Carlos Maria Romeo-Casabona, professor espanhol de Direito Penal na Universidade de Deusto e na Universidade do País Basco/EHU, reflete sobre os avanços jurídicos necessários para compreender o mundo proposto pela biologia sintética, pois os avanços neste campo certamente vão influenciar todas as formas de vida na Terra.

Complementa esta edição a reportagem especial Mundo em Fuga, sobre as tragédias envolvendo a fuga de refugiados do África e da Ásia io em direção à Europa e as discussões levantadas sobre direitos humanitários e a responsabilidade social nesta que é uma das marcas do mundo globalizado. A matéria é complementada com entrevistas exclusivas com refugiados colombianos, que nos lembram de uma violência muito mais próxima, mas por vezes ignorada por nós mesmos.

Este número também apresenta a entrevista com o psicanalista pela Universidade Paul Valéry – Montpellier III, na França, Jean-Daniel Causse, autor, juntamente com Élian Cuvillier, especialista do Novo Testamento, do livro Traversée du christianisme. Exégèse, anthropologie, psycanalyse (Paris: Bayard, 2013). Ele aborda as relações entre teologia e psicanálise no cristianismo e as formas como a onipotência de um Deus Todo-poderoso alimenta a angústia e a culpa.

O perfil de Dom Mauro Morelli, bispo emérito da Diocese de Duque de Caxias e presidente do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Minas Gerais - Consea-MG e uma matéria sobre o XV Simpósio Internacional IHU - Alimento e Nutrição no contexto dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, evento que será lançado no dia 21-10-2013, às 15h, na Sala Ignacio Ellacuría e Companheiros, completam a edição.

A versão eletrônica da revista IHU On-Line estará disponível em HTML, pdf e ‘versão para folhear’, nesta terça-feira, a partir das 16h.

A versão impressa circulará  na quarta-feira, a partir das 8h, no campus da Unisinos.

A todas e a todos uma boa leitura e uma excelente semana!

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Cadastre-se

Quero receber:


Refresh Captcha Repita o código acima:
 

Novos Comentários

"A produção do fumo também faz mal aos agricultores, que hoje recebem grande renda, mas amanhã es..." Em resposta a: Políticas antifumo impactam cultura do tabaco no Brasil
"Apoio incondicionalmente Francisco, o Bispo de Roma. Lembro-agora do Cardeal Martini quando question..." Em resposta a: Signatários de documento crítico à "Amoris laetitia" são revelados
"Muito bom o artigo sobre a gestão de Fernando Haddad.
Apreciei, especialmente, as menções so..." Em resposta a: Por que reeleger Haddad

Conecte-se com o IHU no Facebook

Siga-nos no Twitter

Escreva para o IHU

Adicione o IHU ao seus Favoritos e volte mais vezes

Conheça a página do ObservaSinos

Acompanhe o IHU no Medium