Em 20 anos, 65% dos brasileiros vão usar veículo particular

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Francisco denuncia: “Ouvimos mais as empresas multinacionais do que os movimentos sociais. Falando claramente, ouvimos mais os poderosos do que os fracos e este não é o caminho”

    LER MAIS
  • Prefeito da Doutrina da Fé pede para que padre irlandês, defensor da ordenação de mulheres, faça os juramentos de fidelidade aos ensinamentos da Igreja

    LER MAIS
  • Fogo no Pantanal mato-grossense começou em fazendas de pecuaristas que fornecem para gigantes do agronegócio

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: Cesar Sanson | 05 Agosto 2013

Caso o ritmo atual de vendas de carros novos se mantenha e não ocorram investimentos significativos no transporte público, em menos de 20 anos 65% dos brasileiros vão se locomover por meio de veículos particulares e 35% utilizarão ônibus, trens e metrô, prevê a Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU).

A reportagem é de Cleide Silva e publicada pelo jornal O Estado de S.Paulo, 04-08-2013.

Seria quase uma reversão da matriz da locomoção verificada em 1990, quando 75% da população usava transporte coletivo e 25% privado. Hoje, essa proporção é de 50% para cada lado.

"Ter 65% da população se locomovendo com veículo particular será o caos total", diz o presidente da NTU, Otávio Cunha. Para evitar esse cenário, ele aposta nos projetos de mobilidade que começam a ser adotados pelos governos e que ganharam reforço dos recentes protestos pela melhoria do transporte público.

Em 2012, enquanto foram comercializados 3,6 milhões de automóveis e comerciais leves, com alta de 6,1% em relação a 2011, as vendas de ônibus (urbanos e rodoviários) somaram 28,8 mil unidades, queda de 16,8% no comparativo com o ano anterior, segundo as montadoras. "O modal ônibus representa 90% do transporte público e cada veículo transporta em média 70 passageiros, enquanto a média por automóvel é de 1,3 passageiro", ressalta Cunha.

Segundo ele, nos últimos 18 anos o setor perdeu 30% da demanda de passageiros por causa da má qualidade dos serviços. Os ônibus transportam atualmente 40 milhões de pessoas por dia, ante 60 milhões há menos de duas décadas.

Para o pesquisador do Ipea, Carlos Henrique Carvalho, o favorecimento ao transporte individual pode ser constatado nas políticas de incentivo ao consumo de carros, com benefícios fiscais e crédito farto.

Dados do Ipea mostram que os preços dos carros novos subiram 44% de 2000 a 2012, ante uma inflação de 125% (IPCA). A gasolina ficou 122% mais cara e a tarifa do ônibus, 192%. "Houve uma conjugação de fatores, que também inclui a melhora da renda da população, que levou ao deslocamento da demanda do transporte público para o privado", afirma Carvalho.

Cunha ressalta não se tratar de inibir a compra do automóvel, sonho de muitos brasileiros, mas de mudança no seu uso. "Se tivermos transporte público de qualidade, as pessoas não precisarão, por exemplo, usar o carro para ir diariamente ao trabalho, mas para lazer e viagens no fim de semana."

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Em 20 anos, 65% dos brasileiros vão usar veículo particular - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV