Brasil amplia compras de produtos de Bangladesh

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Cardeal Gracias: a Igreja deve abandonar o “preconceito” contra a liderança feminina

    LER MAIS
  • O encontro histórico entre Greta Thunberg e Malala Yousafzai

    LER MAIS
  • Impeachment de Dilma abriu a ‘caixa de Pandora’ que hoje legitima o machismo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

20 Mai 2013

Não são apenas as empresas europeias e americanas que nos últimos anos transformaram Bangladesh em sua própria fábrica de produtos têxteis. Dados oficiais do governo brasileiro indicam que, nos últimos anos, a entrada de camisetas, suéteres, jeans e outros produtos têxteis de Bangladesh no mercado nacional aumentou drasticamente, fornecendo também para marcas locais.

A reportagem é de Jamil Chade e publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, 20-05-2013.

Segundo dados oficiais, o Brasil importava apenas US$ 7 milhões em 2005. Em 2012, esse volume foi 26 vezes superior, num total de US$ 185 milhões.

A balança comercial registrou 77% de crescimento entre 2010 e 2011 e outros 19% de aumento em 2012 na entrada de têxteis do país asiático ao Brasil. A expansão não para. Nos três primeiros meses de 2013, o crescimento nas importações foi de mais 20% em relação a 2012.

Para Tom Grinter, representante do sindicato internacional IndustriALL, empresas brasileiras terão de pensar em se unir ao acordo assinado pelas multinacionais da moda. "Apenas com uma ação global é que se poderá garantir os direitos dos trabalhadores locais", disse Grinter.

"Convidamos o Brasil a também considerar a ação e garantir que o que está comprando venha de fábricas que não representem uma ameaça às vidas dos trabalhadores", completou.

Veja também:

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Brasil amplia compras de produtos de Bangladesh - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV