Encolhimento da população rural preocupa FAO

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Apoio do papa a uniões gays não é uma surpresa, mas é muito significativo. Artigo de James Alison

    LER MAIS
  • Coluna “Rumo a Assis: na direção da Economia de Francisco”

    O propósito da tecnologia e do humano: Dados, reflexões e possibilidades para a Economia de Francisco

    LER MAIS
  • Papa Francisco, uniões civis e o reconhecimento da intimidade. Artigo de Andrea Grillo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


21 Março 2013

A acelerada diminuição da população rural global coloca a FAO, o braço das Nações Unidas para agricultura e alimentação, em estado de alerta sobre as consequências desse movimento na produção agrícola. “A população urbana está agora superando a população rural e essa diferença vai subir quase como uma flecha nos próximos anos, e estamos atentos principalmente ao que se passa na China”, afirmou ontem Boubaker Ben-Belhassen, diretor-adjunto da divisão de comércio a FAO, em seminário em Genebra.

A informação é publicada pelo jornal Valor, 21-03-2013.

Milhões de chineses continuam a deixar o campo em busca de melhores condições de trabalho e vida nas cidades. Alguns analistas projetam em 600 milhões o numero de asiáticos que incharão as cidades nos próximos anos. A FAO observa que a inversão na tendência de crescimento populacional ocorre paralelamente à queda no ritmo de expansão da produção agrícola global – que foi de 2% ao ano entre 2001 e 2010 e deverá cair para 1,7% de 2011 a 2020. O consumo per capita fica estagnado nos países desenvolvidos, mas sobe nas nações em desenvolvimento.

A mudança no padrão do consumo global vai na direção de mais produtos com valor agregado. O maior crescimento do consumo será de peixes, de 1,5% ao ano, enquanto o de cereais deverá sofrer contração. Nesse contexto, a fatura alimentar dos países em desenvolvimento dobrou desde 2005, passando de US$ 235 bilhões de importações para US$ 427 bilhões em 2012.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Encolhimento da população rural preocupa FAO - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV