Frases do dia

Revista ihu on-line

Bioética e o contexto hermenêutico da Biopolítica

Edição: 513

Leia mais

Revolução Pernambucana. Semeadura de um Brasil independente, republicano e tolerante

Edição: 512

Leia mais

Francisco Suárez e a transição da escolástica para a modernidade

Edição: 511

Leia mais

Mais Lidos

  • Mantido o ritmo atual, Brasil levará 200 anos para levar ensino médio a todos os jovens, mostra pesquisa

    LER MAIS
  • Um em cada cinco bebês que nascem no Brasil é filho de mãe adolescente

    LER MAIS
  • Para fiscal, só falta dizer que é preciso ter correntes para definir trabalho escravo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

12 Novembro 2012

Doses

"Todo comportamento corrupto deve ser vetado com contundência. Não sou dos que falam que certas doses de corrupção são necessárias para o funcionamento da democracia" - Baltasar Garzón, juiz espanhol – Folha de S. Paulo, 12-11-2012.

"Há mecanismos de transparência, limpeza e ética na gestão pública que nunca podem ser quebrados. A questão é estabelecer quais serão esses parâmetros e como desenvolvê-los” - Baltasar Garzón, juiz espanhol – Folha de S. Paulo, 12-11-2012.

Haddad e o mercado

“O prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad, escolheu e deve anunciar hoje o economista Marcos Cruz, 37 anos, da empresa McKinsey & Company, para a Secretaria de Finanças, pasta nevrálgica, que terá de renegociar a dívida da cidade. Cruz atuou na consultoria que a McKinsey presta ao governo federal em parceria com o Movimento Brasil Competitivo, iniciativa da Câmara de Políticas de Gestão, Desempenho e Competitividade, pilotada pelo empresário Jorge Gerdau” – Vera Magalhães, jornalista – Folha de S. Paulo, 12-11-2012.

Perfil 1

“Graduado pela Unicamp e com MBA no Insead, na França, Marcos Cruz é sócio global da McKinsey desde 1999, responsável pela área de Educação na América Latina. É tido no meio acadêmico como um dos maiores especialistas do país da "segunda onda de gestão", que prioriza de planejamento com foco em resultado”  – Vera Magalhães, jornalista – Folha de S. Paulo, 12-11-2012.

Barra pesada

"A pesquisadora Ana Amélia Camarano, do Ipea, estima que 1,3 milhão de mulheres brasileiras cuidam de idosos dependentes sem receber nenhuma renda e sem contribuir para a Seguridade Social: “Se essas cuidadoras familiares de idosos estivessem no mercado de trabalho, poderiam gerar uma renda mensal de R$ 857 mil, o que significa um acréscimo de 0,4% do PIB. A renda mensal familiar passaria de R$ 408 para R$ 577” – Ancelmo Gois, jornalista – O Globo, 11-11-2012.

Segue...


“Para Ana Amélia, resta uma questão importante: “Como essas mulheres vão sobreviver, pois não terão direito a aposentadoria?” – Ancelmo Gois, jornalista – O Globo, 11-11-2012.

‘Ad hoc’

“Nas ciências humanas se pode dizer tudo, porque nada é testável, e normalmente quando se erra, se inventa alguma hipótese "ad hoc" (basicamente, neste caso, desculpas chiques) para justificar” – Luiz Felipe Pondé, professor de Filosofia – Folha de S. Paulo, 12-11-2012.

“Tanto no marxismo quanto no cristianismo, hipóteses "ad hoc" funcionam porque ambas são especulações e nada mais. No cristianismo se diz "a igreja traiu Cristo", no marxismo se diz "a União Soviética traiu a causa da liberdade" – Luiz Felipe Pondé, professor de Filosofia – Folha de S. Paulo, 12-11-2012.

“Quando um de nós (das Ciências Humanas) assume cargos de gestão, começa a inviabilizar qualquer iniciativa que não reze na cartilha de suas teorias salvacionistas. Torquemada, o grande inquisidor espanhol do século 15, patrono dos intelectuais em ministérios ou secretarias, se sentia moralmente superior queimando hereges” – Luiz Felipe Pondé, professor de Filosofia – Folha de S. Paulo, 12-11-2012.

Reserva de mercado?

"Isso é um corporativismo inadmissível. Reserva de mercado é algo absurdo. Posso listar grandes historiadores brasileiros que não são formados em história" - José Murilo de Carvalho, cientista político e historiador, sem graduação na área, mas com pós-doutorado em história, criticando projeto de lei sobre a profissão de historiador - Folha de S. Paulo, 12-11-2012.

"Se for para lecionar, faz sentido, porque precisa ter formação na área" - Carlos Guilherme Mota, professor emérito da USP, que defende a obrigatoriedade do diploma para professores do ensino fundamental e médio - Folha de S. Paulo, 12-11-2012.

"Para dar aula em universidade eu deixaria em aberto, porque há antropólogos e sociólogos com formação histórica sólida" - Carlos Guilherme Mota, professor emérito da USP - Folha de S. Paulo, 12-11-2012.

Duplamente imortal

"Em recente reunião do PMDB no Palácio do Jaburu, o presidente do Senado, José Sarney (AP), interrompeu as conversas políticas para contar uma piada: "Vocês já conhecem aquela da chegada da Hebe Camargo no céu?". Diante da negativa geral, emendou: "Ela chegou e foi logo dizendo: 'São Pedro, gracinha! Mas e o Sarney, não vem nunca?' Todos riram do humor autorreferente do imortal da ABL" - Folha de S. Paulo, 12-11-2012.

Não dá para acreditar

“Não dá para acreditar que o Grêmio é vice-líder do Brasileirão, não dá para acreditar. Luxemburgo é o grande inspirador desse feito. Elano deu grande contribuição a este feito. E Zé Roberto acabou de se consagrar ontem como o melhor jogador gremista no campeonato” – Paulo Sant’Ana, jornalista – Zero Hora, 12-11-2012.

“A permanência de Luxemburgo é um imperativo da alma tricolor. E há ainda que exaltar o desempenho de Odone e de Pelaipe nesta odisséia” – Paulo Sant’Ana, jornalista – Zero Hora, 12-11-2012.

Frases do domingo

Sem nome, sem dinheiro

"Uns coitados como o Willian, que não têm nome, não têm dinheiro, nunca ninguém vai descobrir quem matou” - Lilian Oliveira, mãe de Willian, 13 anos, assassinado no  fogo cruzado do que seria mais uma chacina em na zona norte de São Paulo, Brasilêndia, quando dois homens armados, de moto, passaram atirando em direção a um bar – Folha de S. Paulo, 11-11-2012.

Haiti

"Pode não haver produção de alimentos (no Haiti) até março. O Isaac atingiu todas as plantações do norte. E agora o Sandy destrói as plantações no sul. Isso tudo pode aumentar a instabilidade política" – Johan Peleman, do Escritório da Organização das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários – Folha de S. Paulo, 11-11-2012.

Joaquim 2014

“Pode parecer óbvio: Joaquim Barbosa seria candidato a presidente da República em 2014. A novidade está no fato de que pessoas habituadas a ler os astros começam a fazer planos levando em conta essa possibilidade. Nesse cenário, Barbosa não concluiria seu mandato de dois anos na presidência do Supremo. Ninguém ouviu uma só palavra do ministro, mas dois anos antes da eleição, Dilma Rousseff e Fernando Henrique Cardoso também não falavam no assunto” – Elio Gaspari, jornalista – Folha de S. Paulo, 11-11-2012.

Modestos

“Em reunião com Ideli Salvatti na semana passada, senadores do bloco PTB-PR-PSC desistiram de pedir ministério. Diseram que se contentam com cargos no segundo escalão, como diretorias da Eletronorte, ANTT e Conab. A resposta da ministra foi o silêncio” – Vera Magalhães, jornalista – Folha de S. Paulo, 11-11-2012.

Refugiados

“Além da disputa por cargos entre correntes do PT, Haddad já enfrenta pressão para absorver na prefeitura paulistana "companheiros'' de cidades nas quais o partido foi desalojado do governo, como Diadema, São Carlos e Suzano” – Vera Magalhães, jornalista – Folha de S. Paulo, 11-11-2012.

Vice em 2014

“Cid Gomes fala pelo PSB, não pelo PMDB. Sobre 2014, a decisão é da presidente Dilma, que conhece a lealdade de Michel Temer”- Eduardo Braga, líder do governo no Senado – PMSB-AM, sobre o governador do Ceará dizer que a vice na chapa à reeleição de Dilma deveria ser do PSB – Folha de S. Paulo, 11-11-2012.

Investimento

“Quem comprou uma ação de empresa americana em 2008, no dia da posse do companheiro Obama, dobrou seu capital. Quem guardou o ticket do metrô daquele dia histórico gastou US$ 2,10 e usou o serviço. Caso tenha guardado bilhete, fez bom negócio. Ele hoje vale US$ 15” – Elio Gaspari, jornalista – Folha de S. Paulo, 11-11-2012.

Tempo perdido

“O Brasil é o campeão de horas perdidas para escriturar impostos. Segundo o Banco Mundial, são 2.600 horas por ano, contra média global inferior a 500” – editorial “Simplificar e desonerar” – Folha de S. Paulo, 11-11-2012.

Poker Face

“Causou espanto no Planalto o inusual privilégio concedido à cantora Lady Gaga, que desembarcou nas bases aéreas do Galeão (RJ), Cumbica (SP) e Canoas (RS) para seus shows no Brasil. A gentileza, segundo averiguações, foi do governador Sérgio Cabral (PMDB)” – Vera Magalhães, jornalista – Folha de S. Paulo, 11-11-2012.

No mais


“A renúncia do diretor da CIA, o general David Petraeus, ao alegar caso extraconjugal, parece mostrar que não se fazem mais EUA como antigamente. Afinal, Eisenhower, quando comandava as Forças Aliadas na Europa, na Segunda Guerra, mantinha um caso com Kay Summersby, uma irlandesa que lhe servira de motorista. Isso sem falar em Kennedy etc.” – Ancelmo Gois, jornalista – O Globo, 10-11-2012.

Bunda

“Mostrar a bunda no palco é um ato de amor. Do tempo que roqueiro tinha cara de bandido” – Rita Lee, pelo twitter, depois de seu último show, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, onde mostrou a bunda para mais de 25 mil pessoas – O Estado de S. Paulo, 11-11-2012.

Colesterol

“Já viram pessoa com problema no colesterol fazendo supermercado? "Gosto, mas não posso! Gosto mas não posso! Posso, mas não gosto!" – José Simão, humorista – Folha de S. Paulo, 11-11-2012.

Paulistanos

“Tem três tipos de paulistanos: armados, desarmados e alarmados!” – José Simão, humorista – Folha de S. Paulo, 11-11-2012.

Frases do sábado

Descontrolada

“A articulação institucional do governo está descontrolada, não tem interlocução" – Marco Maia, presidente da Câmara – PT-RS, reagindo à tentativa de responsabilizá-lo pela derrota do governo no caso dos royalties, e culpando a ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) – Folha de S. Paulo, 10-11-2012.

"Isso é coisa de quem não tem mandato. Não estou procurando emprego, sou deputado federal" - Marco Maia, presidente da Câmara – PT-RS, discordando da avaliação de que estaria descontente pelo fato de o governo não ter lhe oferecido cargo – Folha de S. Paulo, 10-11-2012.

Trevas

“Marco Maia descreveu um cenário nebuloso para a tramitação da MP 579, que trata das concessões do setor elétrico e que é vista como prioridade zero do Planalto para este ano. "O governo vai ter que trabalhar muito a interlocução com o Congresso para conseguir votar" – Vera Magalhães, jornalista – Folha de S. Paulo, 10-11-2012.

Luz

“Mas se há má vontade da Câmara, no Senado o relator da MP é o peemedebista Renan Calheiros (AL), que pretende mostrar serviço e votá-la no prazo, até 5 de dezembro, para obter, assim, créditos para um ainda incerto apoio do governo na disputa pela presidência da Casa, em fevereiro” – Vera Magalhães, jornalista – Folha de S. Paulo, 10-11-2012.

Vice

"O PMDB é uma federação de lideranças locais, sem projeto nem unidade nacional - em cada Estado, o partido tem posição diversa, diferente do PSB, que é menor, mas mais coeso" – Cid Gomes, governador do Ceará – PSB - defendendo que seu partido indique o candidato a vice - cargo hoje ocupado por Michel Temer (PMDB) – O Estado de S. Paulo, 10-11-2012.

"Além disso, tudo caminha para que o PMDB presida as duas Casas (Senado e Câmara); acho justo que o PSB também tenha uma participação” – Cid Gomes, governador do Ceará – PSB - defendendo que seu partido indique o candidato a vice - cargo hoje ocupado por Michel Temer (PMDB) – O Estado de S. Paulo, 10-11-2012.

Arrogância

"Ontem [anteontem] aconteceu uma coisa muito importante, o Congresso do Partido Comunista chinês" – Cristina Kirchner, presidente da Argentina, ironizando a manifestação de 500 mil pessoas contra o seu governo – Folha de S. Paulo, 10-11-2012.

Susto

“Maria Christina Mendes Caldeira, ex-mulher do deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP), réu no processo do mensalão, diz que sofreu uma ameaça de morte, anteontem, no centro de SP. Ela estacionava sua lambreta quando uma moto com dois homens parou. Um deles teria levantado a blusa e mostrado uma arma. "Ele falou: 'Se você der um pio sobre o mensalão, sobre as contas no exterior, vou te apagar' - Mônica Bergamo, jornalista - Folha de S. Paulo, 10-11-2012.

Susto 2

“Ela descarta a participação de Valdemar na ameaça. "Não acho que ele esteja envolvido." Afirma que fez um boletim de ocorrência e que vai deixar o país. "Já apaguei minha conta no Facebook e vou para os EUA até o julgamento passar. É pena porque queria acompanhar o começo do governo de Haddad" - Mônica Bergamo, jornalista - Folha de S. Paulo, 10-11-2012.

Piscina olímpica

“Fiz uns cálculos: a quantidade de cerveja que bebi nos últimos 50 anos dá para encher um carro-pipa. Bebi quase uma piscina olímpica. Entre cinco e dez cervejas por dia. Fora Steinhäger, cachaça, tudo que você pode imaginar” – Sérgio Jaguaribe, o popular Jaguar Folha de S. Paulo, 10-11-2012.

Corneado

“Eu me sinto corneado pelo meu fígado. Eu tinha um orgulho dele, rapaz. Eu não tenho sinais de cirrose, mas a redundância magnética [risos] me entregou. Eu sou o pé na cova com o aspecto mais saudável que eu conheço” – Sérgio Jaguaribe, o popular Jaguar Folha de S. Paulo, 10-11-2012.

Morreu, acabou!


“Sempre disse que quero ser cremado, mas não tenho essa coisa poética de querer que minhas cinzas sejam espargidas no mar ou debaixo de um carvalho que meu avô plantou. Não, pega as cinzas, joga no vaso sanitário e puxa a descarga. Morreu, acabou” – Sérgio Jaguaribe, o popular Jaguar Folha de S. Paulo, 10-11-2012.

Bagunça pública


“Duas coisas que eu não queria ser em São Paulo: jogador do Palmeiras e policial! Bagurança Pública!” – José Simão, humorista – Folha de S. Paulo, 10-11-2012.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Frases do dia