É grave o estado de saúde do Cardeal Martini. "Rezemos", pede cardeal de Milão

Revista ihu on-line

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Mais Lidos

  • Aos 15 anos da morte do filósofo francês Jacques Derrida, o último subversivo

    LER MAIS
  • Santa Irmã Dulce, a ''Madre Teresa brasileira''. Bolsonaro ausente

    LER MAIS
  • Como a ciência defende a floresta. Entrevista com Carlos Afonso Nobre

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

31 Agosto 2012

Agravaram-se as condições de saúde do purpurado que há muito tempo está doente e internado em um instituto em Gallarate, na Itália.

A reportagem é do sítio Vatican Insider, 30-08-2012. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Agravaram-se particularmente as condições do cardeal Carlo Maria Martini. Por isso, o arcebispo de Milão, Angelo Scola, convida a rezar por ele.

Um comunicado da Arquidiocese de Milão divulgou as palavras de Angelo Scola: "Recomendo a todos os fiéis da Diocese e a todos os que querem bem ao cardeal Martini orações especiais, expressões de afeto e de proximidade neste delicado momento".

Nascido em Turim, em 1927, Carlo Maria Martini foi um insígne estudioso e biblista. Entrou na Companhia de Jesus em 1944 e fez seus estudos no Instituto Social de Turim. Recebeu a sagrada ordem no dia 13 de julho de 1932. Dirigiu como reitor, por muitos anos, a Pontifícia Universidade Gregoriana, de Roma. Foi arcebispo de Milão de 1979 a 2002.

Depois de um longo período na Terra Santa, em 2008 ele voltou para a Itália, para tratar a doença de Parkinson, que o afeta há muitos anos, e desde então reside no Aloisianum, em Gallarate, o Instituto Universitário de Estudos Filosóficos dos jesuítas.

Segundo o jornal La Repubblica, 31-08-2012, "o conteúdo da nota do Cardeal Scola, publicado na tarde de ontem, em poucas palavras, permite que se perceba o que está acontecendo nestas horas no Aloisianum de Galarate, a residência dos padres jesuítas onde há quatro anos se encontra o cardeal Martini, 85 anos, arcebispo emérito de Milão, grande exegeta e estudioso de fama mundial dos textos bíblicos, teólogo e hebraista, voz inimitável de um catolicismo aberto à renovação sem trair o pensamento oficial. O alto prelado há anos sofre do mal de Parkinson, uma doença que nas últimas horas atingiu a respiração, provocando fortes ataques de tosse. Para evitar dolorosas convulsões, os médicos optaram por sedá-lo. Na sua cabeceira estão os seus sobrinhos Giulia e Giovani que, hoje, serão acompanhados pela irmã do cardeal, Maris Martini".

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

É grave o estado de saúde do Cardeal Martini. "Rezemos", pede cardeal de Milão - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV