Frases do dia

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • Bartomeu Melià: jesuíta e antropólogo evangelizado pelos guarani (1932-2019)

    LER MAIS
  • Bolsonaro institui o Dia do Rodeio na Festa de São Francisco de Assis

    LER MAIS
  • “O transumanismo acredita que o ser humano está em um suporte equivocado”, afirma filósofo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

30 Julho 2012

Non grata

“O presidente do Paraguai, Frederico Franco, se convidou na semana passada para visitar a Federação das Indústrias de São Paulo, mas o Planalto fez chegar ao presidente da instituição, Paulo Skaf, que não tinha interesse em receber o substituto de Fernando Lugo” – Vera Magalhães, jornalista – Folha de S. Paulo, 30-07-2012.

Bem-estar social

“Sempre afirmei que o Estado do bem-estar social resistiria ao ataque neoliberal, porque era realizado em democracias, e, nelas, a vontade do povo vale - uma vontade que é a favor dos grandes serviços sociais universais que caracteriza essa forma de Estado. Vivemos no tempo da democracia social, e nele a tentativa reacionária de voltar ao século XIX - o tempo do Estado liberal - não faz sentido” – Luiz Carlos Bresser-Pereira, economista – Folha de S. Paulo, 30-07-2012.

Saúde

“Entre os direitos fundamentais que o homem moderno definiu e vem conquistando - os direitos à liberdade, ao bem-estar econômico, à justiça, à proteção do ambiente, e à educação - está o direito universal aos cuidados de saúde. Nenhum direito é mais universal do que esse. Enquanto, nos outros, podemos justificar alguma desigualdade, nada justifica a desigualdade no caso da saúde” – Luiz Carlos Bresser-Pereira, economista – Folha de S. Paulo, 30-07-2012.

Pior que a Gol

“A comida era pior que a do serviço de bordo da Gol...” - uma autoridade brasileira, convidada supervip, na abertura dos Jogos, sexta-feira passada – O Globo, 29-07-2012.

Aliado e adversário

“O PMDB é o maior aliado do PT. O PMDB é o maior adversário do PT. Se conseguir explicar a um marciano como as duas frases estão corretas ao mesmo tempo, você terá entendido como funciona a política no Brasil. Talvez consiga entender até o mensalão. Quanto ao marciano, há o risco de ele sair voando para outro planeta, onde a teoria quântica se limite à física” – José Roberto de Toledo, jornalista – O Estado de S. Paulo, 30-07-2012.

“Os partidos políticos brasileiros fazem de tudo entre si, só não dão beijo na boca” – José Roberto de Toledo, jornalista – O Estado de S. Paulo, 30-07-2012.

Fla contra Vargas

“Em 1954, veja só, o Flamengo, pressionado por Carlos Lacerda, participou, que pena, de uma articulação da direita contra Getulio Vargas. O clube pediu, em moção, a renúncia do presidente. A revelação estará na edição de agosto da “Revista de História da Biblioteca Nacional” – Ancelmo Gois, jornalista – O Globo, 29-07-2012.

É que...

“Lacerda, inimigo de Vargas, tinha ouvido do general Canrobert Pereira da Costa (1895-1955) a seguinte promessa: poria as tropas contra o presidente, mas só se todo mundo pedisse, “até o Clube de Regatas do Flamengo!” Mas Vargas abortou os golpistas, dando um fim à própria vida” – Ancelmo Gois, jornalista – O Globo, 29-07-2012.

Frases do domingo, 29-07-2012.

Mensalão e eleição

"Haverá interferência na eleição, qualquer que seja o resultado (do julgamento do mensalão no STF), e a decisão tanto pode atingir o PT como a oposição" - Sigmaringa Seixas, ex-deputado do PT-DF – O Estado de S. Paulo, 29-07-2012.


"Alguém pode conceber um julgamento durante o dia e o programa eleitoral à noite? Isso é um absurdo" - Sigmaringa Seixas, ex-deputado do PT-DF – O Estado de S. Paulo, 29-07-2012.

Dilma e Reagan

“A ideia de terceirizar grevistas deu certo nos Estados Unidos em 1981, quando pararam os controladores de voo. O presidente Ronald Reagan convocou militares e interessados nos postos, desempregou 11 mil, quebrou o movimento e destruiu o sindicato. Dilma Rousseff não é Ronald Reagan” – Elio Gaspari, jornalista – Folha de S. Paulo, 29-07-2012.

Escória

“Quando Fernando Henrique Cardoso tomou posse, ele era claramente uma novidade importante para o País. O PT se recusa a apoiar o Fernando Henrique e ele se abraça com o PFL e o PMDB. Não propriamente com os partidos, mas com a escória desses partidos. Em seguida o Lula ganha a Presidência da República. O PSDB então, incrivelmente, se recusa a dialogar com Lula. E Lula se obriga a confraternizar, de novo, com a escória da política brasileira. De maneira que o que muda do PSDB para o PT é só a escória que não sai do poder no Brasil” – Ciro Gomes, ex-ministro do governo Lula – PSB – ao declarar apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) em 2014 – O Estado de S. Paulo, 29-07-2012.

Tributos

“O peso dos tributos sobre o preço final dos alimentos no Brasil chega a 16,9%. Nos dez maiores países da Europa, corresponde, em média, a 5,1%; nos EUA, só 0,7%” – Paulo Skaf, empresário, presidente da FIESP/CIESP e Paulo Teixeira, deputado federal – PT-SP – Folha de S. Paulo, 29-07-2012.

Nota ruim

“Os reitores das universidades federais estão com nota baixa. Em 2005 eles fizeram um pacto com o governo. Receberiam investimentos (R$ 9 bilhões entre 2008 e 2012) e modernizariam as escolas. Nas contrapartidas estava a redução da relação professor/alunos. Havia nove estudantes para cada professor, e a relação subiria para 15, até 2012. (Na Alemanha ela é de 34 x 1; nos Estados Unidos, 25 x 1; e na França 24 x 1.) Melhorou, mas está em 12 alunos para cada mestre. Os sindicalistas levaram o governo a recuar da exigência de 12 horas semanais de aulas para cada professor. Manteve-se o regime de oito horas” – Elio Gaspari, jornalista – Folha de S. Paulo, 29-07-2012.

Sedentarismo

“Segundo recente pesquisa americana, realizada em 122 países o tabaco causou 5,1 milhões de vítimas fatais no mundo em 2008. Já o sedentarismo respondeu por 5,3 milhões de mortes. A inatividade seria responsável por 6% das doenças coronarianas, 7% das diabetes tipo 2 e 10% dos cânceres de mama e de pulmão. Os números levaram os cientistas a considerar o sedentarismo uma pandemia” – Alexandre Padilha, ministro da Saúde – Folha de S. Paulo, 29-07-2012.

Jeito pobre

“A presidenta Dilma Rousseff repetiu em Londres um erro comum de quem olha superficialmente para a atividade esportiva. Em vez de olhar para o esporte como fator de saúde, a mais alta autoridade do país mirou-o apenas como fator de sucesso competitivo, jeito pobre de o conceber” – Juca Kfouri, jornalista – Folha de S. Paulo, 29-07-2012.

Che Guevara

"O Zé (Dirceu) era galã! A gente o via como um Che Guevara brasileiro. Era o namorado das estudantes de esquerda" – Lauro César Muniz, novelista, narrando quando tinha cerca de 30 anos, já formado em engenharia pelo Mackenzie e vindo do "partidão" (PCB) sendo comandado por Dirceu em passeatas– Folha de S. Paulo, 29-0-2012.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Frases do dia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV